Variação de volume na TV agora é caso de Justiça

Publicado em: 26/05/2011

Depois de nove meses da reportagem publicada na Folha sobre reclamações de telespectadores incomodados com a variação de volume dos comerciais em relação aos programas, o ministério Público Federal (SP) entrou com uma ação contra a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Segundo nota publicada hoje por Keila Jimenez na coluna Outro Canal da Folha “O MPF pede na ação civil pública, seguida de liminar, que a Anatel seja obrigada a regulamentar e fiscalizar o cumprimento da lei federal 10.222 de maio de 2001, que proíbe emissoras de TV de aumentar injustificadamente o volume nos seus intervalos comerciais”. Ainda segundo mesma fonte “Desde fevereiro, o MPF apura em inquérito denúncias feitas em reportagem da Folha, em que peritos constatavam diferenças de níveis sonoros de até cinco decibéis entre atrações e comerciais, na TV paga e aberta”.

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] infantis. Os laudos foram produzidos a pedido do jornal Folha de S.Paulo. Na semana passada, o MPF entrou como uma ação civil pública, com pedido de liminar, contra a Anatel para que a agência regulamente e fiscalize o cumprimento […]

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *