3D é futuro

Publicado em: 15/01/2013

Rádio CBN Brasil | MUNDO DIGITAL, com Ethevaldo Siqueira

Milton – Ethevaldo, qual é a novidade do dia na área de eletrônica?

Ethevaldo – Como eu lhe disse ontem, tenho uma dúzia de assuntos interessantes entre as inovações da feira de Las Vegas, ou Consumer Electronics Show, Milton. A de hoje é sobre o cenário da TV 3D.

Milton – Muita gente tem afirmado que a TV 3D já morreu. Você concorda?

Ethevaldo – Absolutamente, não, Milton. Na verdade, a grande força da imagem tridimensional depende, antes de tudo, do cinema e da TV por assinatura e da TV aberta gratuita. O universo da imagem 3D é imenso, abrangendo os computadores, sejam os de grandes monitores, sejam desktops, laptops, tablets e smartphones.

Milton – Mas por que a TV 3D ainda não pegou?

Ethevaldo – Basicamente por duas razões: de um lado por causa da obrigatoriedade do uso de óculos. Embora já existam três ou quatro tecnologias que dispensam o uso de óculos, elas ainda não têm maturidade nem padrões mundiais aceitáveis. Por outro, por falta de conteúdo, tanto em blu-ray 3D quanto em conteúdos na TV aberta. Essa escassez de programas e filmes é maior na nova tecnologia de ultradefinição, 4K, que tem quatro vezes mais pixels do que a alta definição normal. Temos de reconhecer, Milton, que o mundo ainda tem um longo caminho a percorrer para chegar a uma TV 3D capaz de tornar-se popular, sem óculos, com conteúdo abundante e a preços razoáveis.

Milton – Em quantos anos você estima que isso venha a ocorrer?

Ethevaldo – Entre sete e 12 anos, Milton. Por volta de 2020 ou 2025. Será infantilidade dizer que a imagem 3D está morta. Mas, enquanto isso, teremos mais filmes para o cinema, os primeiros grandes documentários esportivos e científicos em 3D e ultradefinição. Os grandes eventos esportivos previstos para o Brasil neste ano, na Copa de 2014 e nas Olimpíadas de 2016, vão fornecer excelente material para esses documentos em blu-ray 3D e ultradefinição 4K. Relembro que vi um trecho de três minutos do jogo entre Corinthians e Chelsea exibido no Consumer Electronics Show, de Las Vegas, na semana passada. Só os corintianos sabem como é emocionante rever em 3D e ultra HD aquele gol do Guerrero e algumas defesas fenomenais do Cássio. Eu revi, Milton. O coração da gente dispara.

Milton – Até amanhã.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *