A era de ouro do rádio ilhéu

Publicado em: 08/08/2006

O jornalista e escritor Raul Caldas Filho lança livro e revive boa parte da memória do rádio da Capital. No capítulo Ondas sonoras e musicais, Raul lembra o seu começo de carreira como programador da Rádio Santa Catarina e fala com carinho e competência do amigo Luiz Henrique Rosa e de sua particular paixão pelo jazz. 
 Da Redação

Para arrematar reproduz na íntegra duas antológicas entrevistas no capítulo Bate-papo com Zigelli e Millor. Não dá pra não conferir, como diriam os coleguinhas da Folha.

O livro O solitário das Gales é o oitavo de Raul Caldas Filho e está dividido em oito capítulos revivendo um tempo glorioso do jornalismo quando as grandes reportagens faziam a diferença. Como disse Marcílio Medeiros Filho “O solitário das Galés não é uma simples republicação em livro de reportagens já publicadas em jornal. É uma antologia de peças pinçadas de um jornalismo da mais alta qualidade”.

Esse sentido seleto do trabalho do autor é notável em toda a obra. Entretanto, para nós apaixonados pelo rádio é singular a maneira como Raul trata as reportagens A era de ouro do rádio ilhéu, Luiz Henrique Rosa e sua singular trajetória, Jazz: a arte do improviso, A influência do jazz na MPB (e vice-versa) e, para finalizar é irretocável a reprodução da entrevista feita com Adolfo Zigelli: Adolfo Zigelli: a paixão pelo jornalismo e pela política, particularmente o adendo Florianópolis é uma cidade sem memória.

Falando sobre esse adendo o próprio Raul esclarece: Diversos trechos da entrevista realizada com Adolfo Zigelli em julho de 1975 permaneceram inéditos, devido à falta de espaço na matéria inicialmente editada. Escutando a fita, tempos depois, verifiquei que muita coisa da conversa gravada ainda matinha interesse jornalístico. Essas revelações inéditas apareceram numa reportagem especial publicada por ocasião do quinto aniversário da morte de Zigelli e são reproduzidas a seguir, contando ainda com a participação de Antunes Severo.

O Livro:

O solitário das Galés – reportagens e entrevistas. Raul Caldas Filho. Florianópolis: Insular, 2006. Coleção Catarinense de Imprensa criada e mantida pela Associação Catarinense de Imprensa / Casa dos Jornalistas. 216 páginas. R$ 30,00.

Mais radiojornalismo no site www.carosouvintes.com e na Casa da Memória da Fundação Franklin Cascaes, em Florianópolis.


{moscomment}

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] A era de ouro do rádio ilhéu […]

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *