A mente apaga registros duplicados

Publicado em: 23/01/2010

Na edição do final do ano abordei a passagem do tempo da forma que pensava entender. Um amigo enviou mensagem dizendo que havia achado interessante a abordagem que fiz e propôs que discutíssimo o tema com mais tempo, mas por falta de tempo ainda não discutimos o assunto. E como na vida nada acontece por acaso, chegou por e-mail um artigo de Airton Luiz Mendonça publicado no jornal O Estado de São Paulo que me fez entender um pouco melhor por que as pessoas com mais idade tem a impressão de que o tempo voa. E o legal é que o autor não só explica a razão mas também sugere formas de fazer com que o tempo não pareça tão veloz.O artigo “A mente apaga registros duplicados” é o tema de nosso encontro desta semana.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *