A ressurreição da PRB-2 e a instalação da FM

Publicado em: 25/12/2011

Memórias | Capítulo 11 | Surgem novos valores

Em 1977 a Fundação Nossa Senhora do Rocio passou a contar com a colaboração de Carneiro Neto na administração da Rádio Clube Paranaense. Ele já trabalhara na Bedois em 1969 como narrador esportivo quando Ayrton Cordeiro comandava o departamento de esportes. No início de 1973 deixou a Rádio Clube, retornando em 1976 para atuar na equipe esportiva que, então, era chefiada por Fuad Kalil. Quando Fuad deixou a emissora, em 1977, Carneiro Neto fez sociedade com Munir Caluf e ambos comandaram o setor esportivo por algum tempo.

 

Ao se integrar à administração da Bedois, Carneiro conseguiu levar para o departamento comercial dois excelentes profissionais: Luiz Alfredo Malucelli (o popular Malu) e seu filho Aldo Malucelli.

Uma grande preocupação dos dirigentes da Rádio Clube, desde que a Cúria Metropolitana adquiriu a emissora, sempre foi a ampliação do faturamento, pois as despesas na recomposição da Rádio eram elevadas. Daí o empenho de Carneiro Neto em reforçar esse setor.

No período em que Carneiro esteve na administração da Bedois houve dois acontecimentos marcantes:

1º) No final de 1977 Jota Agostinho, Augusto Mafuz e Josias Lacour apresentavam um programa esportivo às sete horas da manhã na Rádio Clube Paranaense. Eles notaram que durante vários dias circulavam nos corredores da Rádio, na Rua Dr. Muricy, dois jovens tímidos aos quais ninguém havia dado atenção. Foram conversar com eles. Eram Luiz Carlos Martins e Reinaldo Bessa, vindos do Norte Pioneiro em busca de oportunidade na Rádio Clube Paranaense.

Providenciaram o encontro dos rapazes com Carneiro Neto, sugerindo que desse a eles o horário das sete da manhã nas ondas curtas que operavam separadas do AM nesse horário. Logo entrou em ação Paulo Alberti que cuidava do setor de programação e deu a Luiz Carlos Martins um horário noturno, sem compromisso, e muito difícil de se obter audiência. Era uma espécie de teste.

Luiz não perdeu a oportunidade. Em pouco tempo, mesmo com dificuldades, mas contando sempre com o apoio de Alberti, revelou seu extraordinário carisma de comunicador. Carneiro Neto e Paulo Alberti estavam atentos e no início do ano seguinte lhe deram um espaço matinal para atuar. Em 15 de maio de 1978 ele lançou o programa “Manhã Total”, das 9h às 12h, e fez um extraordinário sucesso.

Você encontrará um pouco mais sobre a carreira desse vitorioso radialista no Capítulo 13 – “Mais Informações”, neste livro.

2º) Em 1º de dezembro de 1978 ingressaram na Rádio Clube dois profissionais já em evidência, Lombardi Júnior e Capitão Hidalgo, que passaram a comandar os programas e as transmissões esportivas da emissora. Eles eram os criadores da “Equipe Positiva”, que depois foi responsável por tantas e tão empolgantes realizações no setor esportivo nacional. Eles formaram uma excelente equipe e, com ousadia e competência, fizeram um grande número de transmissões nacionais e internacionais. Participavam dessa equipe, na fase inicial na Bedois, Carneiro Neto, Durval Leal, Alfredo Ribeiro, Raul Mazza, Édson Pereira (o Pereirinha), Silvio Silva (Silvio de Tarso), Sidney Campos, Reginaldo Loyola e Oldemar Kramer.

Falo mais sobre a “Equipe Positiva” no capítulo 13 – “Mais Informações”, neste livro.

Em 1978 Monsenhor Vitola conseguiu realizar mais um sonho: surgiu a Clube FM.

Instalada no Edifício Dom Manuel da Silveira D’Elboux, junto à veterana Bedois, a Clube FM foi mais uma ousadia do dinâmico Monsenhor, pois não havia suporte financeiro para uma iniciativa dessa natureza. Com ou sem dinheiro não se pode perder uma concessão tão importante e, com muito sacrifício e exaustiva luta da Cúria Metropolitana e da Fundação Nossa Senhora do Rocio, instalou-se a nova emissora.

Em 1979 Carneiro Neto deixou as suas funções administrativas, passando a atuar exclusivamente no setor esportivo, como narrador da equipe de Lombardi Júnior e Capitão Hidalgo, aos quais se associou, permanecendo até 1983. Carneiro Neto foi mais um dos grandes valores de nossa radiofonia a colaborar na luta pelo soerguimento da Rádio Clube.

Em 1980 a Bedois teve uma atuação marcante realizando a cobertura da vinda a Curitiba de Sua Santidade o Papa João Paulo II.  Luiz Carlos Martins foi o locutor que comandou as transmissões, de longa duração, em que um grande número de profissionais esteve envolvido e que foram ouvidas e retransmitidas no Brasil e em outros países.

Para um acontecimento histórico e inesquecível, um dedicado trabalho de alta qualidade.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *