AM em FM: funciona?

Publicado em: 03/10/2009

O analista Daniel Starck (TudoRádio) parece acreditar que sim: “Nos últimos anos, várias emissoras tradicionais que operam em AM buscaram um espaço na FM. Essa pratica visava fortalecer a marca das rádios já consagradas, além de disponibilizar mais um meio para que o ouvinte. Tem emissora AM que já possui uma quantidade superior de ouvintes em FM em vez de sua faixa original. A CBN FM 90.5 de São Paulo supera de longe a audiência da AM 780. Enquanto a audiência na faixa AM cai, a estação em FM tem obtido crescimento nas últimas pesquisas de audiência do Ibope. Mas essa situação não é uma regra. A Bandeirantes AM 840 continua superior em relação à audiência quando comparada com sua faixa FM em 90.9. No ano passado foi a vez da Gaúcha AM 600 estrear em FM, através da estação 93.7 FM. O resultado foi positivo, levando a emissora ao 10º lugar geral de audiência, superando várias FMs tradicionais de Porto Alegre. Em 2009 foi a vez da Super Tupi AM 1280 estrear em 96.5 FM, também crescendo rapidamente em audiência no Rio de Janeiro. Talvez o maior exemplo de sucesso nas duas faixas de operação seja da mineira Itatiaia FM 95.7 e AM 610. A rádio possui uma audiência impressionante no mercado de frequência modulada, estando em 4º geral em um mercado com mais de 20 emissoras. Não é obrigatório que para uma rádio tradicional AM migre para o FM com a finalidade de sobreviver. Várias estações continuam fortes na faixa AM, seja nos grandes centros como também no interior do país.”

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *