Ban Ki-moon pede solução pacífica para crise no Paraguai

Publicado em: 27/06/2012

Fernando Lugo e Ban Ki-moon em setembro de 2011

Secretário-Geral afirma estar acompanhando de perto situação no país, que levou ao impeachment do presidente Fernando Lugo; ele apoia envio de missão da Organização dos Estados Americanos.

MÍDIA | Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York

O Secretário-Geral da ONU afirmou que está acompanhando de perto e com preocupação a situação no Paraguai, que levou ao impeachment do presidente Fernando Lugo. De acordo com seu porta-voz, Ban Ki-moon pede às partes envolvidas que “trabalhem nos próximos dias para garantir uma solução pacífica” para a crise. Ban se refere à decisão da Organização dos Estados Americanos de enviar uma missão ao Paraguai, e também a uma reunião da União das Nações Sul-Americanas, marcada para sexta-feira.

Na nota, divulgada nesta quarta, o Secretário-Geral reconhece os esforços e a preocupação dos líderes regionais sobre o processo de impeachment e as implicações para a democracia do país.

Fernando Lugo foi deposto da presidência na última sexta-feira; segundo agências de notícias, a razão teria sido a postura dele diante de uma disputa de terras que causou a morte de várias pessoas, mas nenhum motivo foi dado oficialmente.

A retirada de Lugo do poder foi condenada por líderes dos países vizinhos, incluindo o Brasil. O presidente paraguaio teria denunciado o impeachment como um “golpe parlamentar”.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *