CAROS OUVINTES CRIA CONSELHO E ELEGE CONSELHEIROS

Publicado em: 19/03/2007

Constituído há dois anos o Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia passa a contar com a contribuição voluntária dos primeiros integrantes do seu Conselho Consultivo. A decisão tomada em assembléia geral realizada no último dia 15/03 foi aclamada pela unanimidade dos presentes.
Da Redação

Com a presença da maioria dos sócios fundadores e dos atuais sócios contribuintes, a Assembléia Geral Extraordinária do Instituto Caros Ouvintes ratificou a proposta de criação do Conselho Consultivo e elegeu os seguintes conselheiros: Adir Mazzuco, Alexandre Côrtes Cerri, Cesar Luiz Pasold, Cirley Virgínia Ribeiro, Elóy Simões, Emílio Cerri Neto, Eurides Antunes Severo, Francisco Socorro, George Alberto da Silva Peixoto, Marcelo Letti, Maria Augusta Orofino, Mário Motta, Moacir Pereira, Ricardo Leandro Medeiros, Roberto Alves, Roberto da Luz Costa e Vanderlei Peretti.
Na oportunidade foi dada posse aos eleitos que deverão se reunir no prazo de 30 dias para apresentar proposta com as funções que lhes cabem, bem como o anteprojeto de Regimento Interno para a entidade.
Serviço:
O Instituto Caros Ouvintes tem por finalidade a promoção e o desenvolvimento de estudos e pesquisas, produção e divulgação de informações e conhecimentos técnicos e científicos relativos aos meios de comunicação social no âmbito do estado de Santa Catarina.
Para alcançar suas finalidades o Instituto pode sugerir, promover, colaborar, intermediar, coordenar ou executar ações visando à prestação de serviços de consultoria e instrutoria nas diferentes áreas da comunicação social:
 
:: Pesquisa, divulgação e promoção da história da comunicação social;
:: Publicação de obras didáticas, culturais e cientificadas referentes à comunicação social;
:: Promoção de palestras, seminários, cursos e outros eventos ligados ao estudo e pesquisa do uso da comunicação social como instrumento de cidadania;
:: Operação do portal eletrônico Caros Ouvintes, tanto nas áreas de conteúdo como de veiculação comercial ou em forma de parcerias culturais.
A gestão do Instituto é de responsabilidade de um Diretor Superintendente e de um Diretor Administrativo e Financeiro e de um Conselho Fiscal constituído de três conselheiros. A administração conta ainda com a participação do Conselho Consultivo integrado por também eleitos em assembléia geral.


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *