Computação em nuvem tem um futuro promissor

Publicado em: 10/07/2014

MILTON – Bom dia, Ethevaldo, como vai?

ETHEVALDO: Bom dia, Milton, bom dia, ouvintes. Tudo ótimo.

MILTON – Ethevaldo, hoje é sexta-feira e você prometeu falar sobre o futuro da computação em nuvem e dos aplicativos.

ETHEVALDO: Vamos lá, Milton. Segundo algumas grandes consultorias internacionais, como o Gartner, nos próximos 10 anos, o mundo estará vivendo duas revoluções tecnológicas interligadas – a da computação em nuvem e a dos aplicativos, em especial os aplicativos móveis.

MILTON – Qual é a situação dessas duas áreas atualmente?

ETHEVALDO: O mundo conta hoje com mais de 3 milhões de aplicativos para smartphones. Só nos últimos 3 anos, foram desenvolvidos 500.000 deles.

E o mais impressionante, Milton: nesse período, esses 500.000 aplicativos foram utilizados 10,9 bilhões de vezes por ano, pelos usuários de celulares no mundo.

O mercado mundial de aplicativos em 2013 alcançou US$ 25 bilhões. Em 2014, serão US$ 28 bi.

MILTON – E a computação em nuvem?

ETHEVALDO: Essa área é ainda mais promissora, Milton, O que vemos até aqui é só a pontinha do iceberg. Num futuro próximo, você vai armazenar e buscar tudo na nuvem: produtos e serviços de toda natureza, software, aplicativos, viagens, hotéis, livros digitais e o que você pensar.

MILTON – E as empresas estão preparadas para a nuvem?

ETHEVALDO: Quase todas, Milton. Segundo o Gartner, 77% das empresas repensam suas plataformas de computação para usufruir as vantagens da nuvem.

Em 2014, a computação em nuvem será responsável pelo total US$ 148,8 bilhões em vendas. E em 2015, o comércio eletrônico e as vendas de empresas para o consumidor (B2C) alcançarão o total de US$ 1 trilhão de dólares.

Imagine o que poderá ser esse mercado daqui a 10 anos, Milton.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *