Depois da tempestade, vem a bonança

Publicado em: 07/12/2008

O Vale do Itajaí, em Santa Catarina, é novamente notícia em todo país devido às chuvas. Mas não vamos falar de tragédias neste espaço, vamos comentar sobre a fértil comunicação desta região.

Aqui nasceu o primeiro sistema de DDD, o primeiro jornal impresso em off set, a primeira emissora de TV e primeira emissora de rádio do estado, a PRC-4 Rádio Clube de Blumenau.

Essa região alegre e rica, não deve ser lembrada somente por desastres. O Vale do Itajaí tem grandes empresas, nacionalmente conhecidas, como a Bunge, Dudalina, Hering, Sulfabril, Karsten, Malwee, Teka e outras mais. Região de povo honesto, de cultura predominantemente alemã e italiana, por esta razão também é conhecida como Vale Europeu.

Aqui vive um povo realmente trabalhador. A região destaca-se pela produção têxtil. Toda essa população tem à disposição, atualmente, cerca de 30 emissoras de rádio de âmbito comercial, dos mais variados segmentos.

A população da região do Vale do Itajaí ama sua cultura e tudo o que é desenvolvido aqui. Adora festas e gosta de manter as tradições, principalmente a germânica. O povo gosta muito de música sertaneja e freqüenta os salões de bailes semanalmente. O gosto pela música sertaneja é grande por aqui devido à localização interiorana.

É percebida também a forte preferência pelas bandas de baile. Estas bandas utilizam instrumentos de sopro nas músicas, assemelhando o estilo delas ao estilo musical “alemão”, uma das etnias que colonizaram a região. O tipo de programação de rádio que funciona melhor nesta região é o “popular”.

Será que você conhece bem também a sua região? È importante conhecer onde se vive e pensar sempre globalmente. Fique atento às mudanças do mundo sem esquecer-se de onde você mora. Acompanhe as idéias que estão surgindo fora e adapte-as ao seu mundo. Não esqueça que a comunicação deve sempre ser bem feita e com responsabilidade. Seja em época de tempestade ou de bonança.
O autor é publicitário, especialista em Rádio e TV, autor do livro “Você Nunca Ouviu Nada Igual”. Blog: http://vocenuncaouviunadaigual.blogspot.com

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *