DISCURSO DO OUTRO MUNDO

Publicado em: 15/01/2007

A Rádio Clube Paranaense foi a terceira emissora de rádio inaugurada no Brasil. Alguns pesquisadores dizem que a emissora de Curitiba seria a quarta a entrar no ar em nosso país. Seguramente é a primeira entre as suas concorrentes em qualidade de equipamentos e potência. Transmitindo em ondas medias e duas ondas curtas de 25 e 49 metros, é ouvida na maior parte do território nacional.
Por Jamur Júnior

Em regiões mais próximas de Curitiba, onde a onda média se mostrava com baixa eficiência e as ondas de 25 e 49 metros não eram captadas, o sinal da emissora desaparecia. Para resolver o problema foi requerida ao Dentel, na época, uma autorização para transmitir na faixa de 31 metros.  Com o caixa muito baixo, faturamento crítico, levaram muito tempo para comprar o novo transmissor, até que o órgão controlador do governo federal deu  um ultimatum: ou instalam ou perdem o direito.
Nessa época a emissora já pertencia a Fundação Nossa Senhora do Rocio. Compraram o transmissor e marcaram o dia da inauguração com a presença do Arcebispo de Curitiba, diretores da Fundação, autoridades civis e militares. O Diretor-Gerente, Ubiratan Lustosa ficou encarregado de fazer o discurso inaugural. Fez a saudação inicial de praxe e disse.
   
– Dentro de instantes, ao ser pressionado um botão, a nossa emissora de Ondas Curtas em 31 metros será oficialmente colocada no ar por Sua Excelência Reverendíssima, o Arcebispo Metropolitano de Curitiba, Dom Manoel da Silveira Delboux.
Ubiratan Lustosa parou de falar ao observar um olhar de grande espanto nas pessoas ao seu lado.
O Arcebispo presente a cerimônia era Dom Pedro Fedalto, por sinal amigo pessoal de Lustosa. Dom Manoel da Silveira Delboux, já havia falecido há muito tempo.


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *