Em Defesa do Rádio AM do Brasil

Publicado em: 04/09/2007

Vou concluir hoje minha análise sobre a situação do rádio AM neste país. Os comentários anteriores emitidos no Caros Ouvintes renderam emails e mais emails, comentários diretos no site e troca de opiniões com colegas. As sugestões recebidas são excelentes e confesso que serviram para acrescentar muito ao que eu tenho conhecimento da atual situação.
Por Edemar Annuseck

Agradecimentos
Primeiro gostaria de agradecer as mensagens; li todas e acho que quem gosta de rádio como eu, está realmente preocupado com o que se passa. Foram opiniões de pessoas que ouvem rádio nesta freqüência, e, que não estão satisfeitas com o produto que está sendo oferecido. Continuo aceitando sugestões pelo endereço eletrônico visível no meu perfil. Enquanto isso aguardo as respostas sobre o questionamento que fiz ao Ministério das Comunicações, para saber um pouco mais do que pode e do que não pode.
Soluções
Para que sejam solucionados (??) os problemas do Rádio AM no Brasil precisamos saber quem é dono da outorga (concessão da rádio ou de cada rádio), e seu(s) objetivo(s) em relação ao funcionamento da emissora.
Tem gente que tem a outorga pelo simples fato de ter; outros gostariam de possuir uma rádio para fazer rádio, e, há os que, recebendo a concessão tem a idéia fixa de que se deve terceirizá-la, em parte ou por inteiro.
O rádio brasileiro precisa primeiro ser recadastrado como o está sendo; depois deve ser feita uma fiscalização sobre o que está sendo colocado no ar. Esses são pontos fundamentais para iniciar-se uma reformulação total. Depois tem…
Programação
A programação de uma emissora de rádio deve atender os interesses dos ouvintes. E aí vem aquele dito popular : “há gosto para tudo”. Isso é uma verdade. Também não dá para agradar a todos ao mesmo tempo.
A programação do rádio AM deve variar de acordo com sua localização. É importante que se faça pesquisa junto os ouvintes para que o produto seja do interesse de todos, ou quase todos.
Os tempos mudaram, mas minha maneira de ver e ouvir o rádio se baseiam em jornalismo, esporte, prestação de serviço, humor, cultura e respeito ao ouvinte. Com isso o rádio terá meio caminho andado para ganhar audiência e faturamento.
E a madrugada exige programas ao vivo nas capitais e em grandes cidades interioranas. Essa de colocar só música, ou programas religiosos ou tirar emissora do ar depois da meia noite, só serve para mostrar a falta de comando de quem tem a outorga. Se não tem condições de manter a emissora no ar por 24 horas, que a passe adiante. Sempre vai aparecer alguém verdadeiramente do meio para tocar a rádio. Ouço a muito tempo uma frase que é a mais pura verdade : “ rádio é para quem sabe, e não para quem pensa que sabe”. Aliás, isso vale para todas as profissões.
As rádios
Com a implantação do rádio digital pelas emissoras de AM e Ondas Curtas, a qualidade de som vai melhorar; desaparecerão os chiados, as interferências, afirmam os especialistas.
O AM terá a oportunidade de oferecer três a quatro programações diferenciadas na mesma freqüência. Uma freqüência pode estar no ar com uma programação musical, a outra com jornalismo, a outra com esporte e uma quarta com programação cultural. E tudo ao mesmo tempo. O ouvinte terá condições de optar.
E as Ondas Curtas voltarão a ser captadas – com qualidade -. Quem no interior e mesmo nas capitais, neste país de dimensões continentais não gosta de ouvir rádio em Ondas Curtas. Não são todos que tem internet; e nem todas as rádios estão na internet.
O rádio Digital que deve ser implantado antes da TV digital, é a esperança de dias melhores para o rádio brasileiro.
Mas uma coisa precisa ficar bem claro: rádio se faz com profissionais na Direção Artística, na Publicidade, no Jornalismo, no  Esporte, na Programação e no Microfone.
Pérolas
E pra fechar o assunto : chega de se  falar  “nóis vai, nóis fais”, ou as frases usuais de locutores esportivos (até na tv)  – subiu lá em cima –  soltou a jogada ( o que se solta ou lança é a bola) – subiu de cabeça (para cabecear) , etc, etc, etc.
E tem ainda aquela do locutor que olhando pela janela do estúdio da rádio viu um Boeing 747 se preparando para aterrissar e saiu com esta : “nossa, tá descendo um bicho grandão no aeroporto”.
Até a próxima !!!
 


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *