EM ÉPOCA DE DITADURA MILITAR SURGE A DESMAZELADA

Publicado em: 30/10/2006

Em Florianópolis, em 1964, pelas ondas médias e curtas da antiga Radio Diário da Manhã (Hoje CBN Diário), é transmitida a peça completa “A Desmazelada”. A obra é de Gustavo Neves, um dos maiores escritores catarinenses e também radioator.
Por Ricardo Medeiros

A peça é veiculada dentro da sessão Bazar de Emoções, que utiliza o slogan marcante: “uma estória em cada vida. Em cada vida uma emoção vivida”. O patrocínio, na época, é dos Estabelecimentos A Modelar, que aproveita o espaço comercial para falar de móveis e confecções, entre outros produtos.


Cacilda Nocetti.

Cláudio Alvim Barbosa, o Zininho, faz o papel de o Patrão, enquanto Gustavo Neves Filho encarna o personagem Pelópidas. Janine Lúcia é Dorotéia e Cacilda Nocetti é a Vizinha.


Janine Lúcia.

Sinopse
Pelópidas trabalha em um firma e gostaria de obter um cargo melhor. No entanto o chefe dele diz que os diretores não concordam com a idéia. O motivo alegado é que Pelópidas não se traja corretamente: a camisa está suja, as calças estão sempre sem vincos.  O chefe aconselha que o empregado fale com a esposa, Dorotéia, para que ela dê mais atenção à roupa do marido.


Claudio Alvim Barbosa, Zininho.

Em prantos, a esposa promete que o marido não vai mais perder oportunidades no trabalho por causa dela. Ela não será mais considerada uma desmazelada, desleixada, relaxada.


Gustavo Neves Filho.

Pelópidas começa a andar de terno e gravata e capricha no penteado. Sendo assim, pede para o chefe uma chance para ocupar o cargo de Diretor de Administração que vai ficar em aberto.
A esposa Dorotéia conversa com a vizinha sobre a situação do marido no emprego.  A vizinha relata que Pelópidas não conseguiu um outro cargo na firma porque ela, Dorotéia, não foi ainda “alisar” o chefe dele. Enquanto isso, Pelópidas volta para a casa abatido. O chefe diz pra ele que a diretoria continua irredutível, que não quer lhe dar um novo posto na firma.
Certo dia, Pelópidas é chamado na sala do chefe. Ele é nomeado para diretor da Seção de Mecânica. Pelópidas não acredita no que aconteceu. É aconselhado pelo patrão a sair mais cedo do trabalho, comprar um presente e levar para a esposa, que está cuidando muito bem do marido. 
O chefe confirma com a secretária se o Pelópidas já deixou as dependências da firma. Como a resposta é positiva, ele se dirige para Dorotéia que sai detrás da porta. O patrão, sorrindo, diz que foi um grande prazer conhecer Dorotéia, que ela é uma mulher de valor.


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *