Emocionante

Publicado em: 15/07/2007

1. “Nós somos as cantoras do rádio
Levamos a vida a cantar
De noite embalamos teu sono
De manhã nós vamos te acordar
Nós somos as cantoras do rádio
Nossas canções cruzando o espaço azul
Vão reunindo num grande abraço
Corações de norte a sul.
Por Elóy Simões

Canto, pelos espaços afora,
Vou semeando cantigas
Dando uma alegria a quem chora.
Bum, bum, bum…
Canto, pois seu que a minha canção
Vai dissipar a tristeza
Que mora no teu coração.
Canto pra te ver mais contente
Pois a ventura dos outros
É a alegria da gente.
Bum, bum. Bum…
Canto e sou feliz só assim
Agora peço que cantes
Um pouquinho para mim.
2. Você sabe o carinho que tenho pelo rádio. As coisas boas  bem feitas que nele ouço me emocionam, porque ele merece que tudo aconteça assim..
Domingo passado (15/07), porém, não pude segurar as lágrimas.
Emocionou-me, acima do que pude suportar, matéria assinada por Renata Miranda e publicada no caderno internacional do Estado de S. Paulo, sob o título Programa de Rádio une reféns a parentes na Colômbia.
3. A matéria nos dá conta de que há 13 aos o radialista Herbin Hoyos Medina apresenta,na rádio colombiana Caracol o programa Vozes do Seqüestro, com  mensagens dirigidas para seqüestrados no país pelas Farc.
Ele próprio seqüestrado em 1994 e libertado depois, utiliza, das 2 às 6 horas da manhã, o espaço do programa para parentes dos reféns contarem as novidades para quem está longe sem previsão de retorno.
É um entusiasmado pelo que faz, porque sabe da sua importância, mas ao contrário de qualquer um de nós que cria e apresenta um programa de sucesso, não esconde seu desejo de que ele termine logo.
Acho que sou o único radialista do mundo que deseja o fim de seu programa, disse à repórter do Estadão.
Tenho fé de que algum dia meu programa será encerrado porque quando isso acontecer, significará que não temos mais seqüestrados na Colômbia”. 
 
4. Tomara que de alguma forma Hoyos Medina esteja lendo estas mal escritas. Por que algum dia quero compartilhar com ele a mesma alegria.
A alegria de poder ver acabado tanto sofrimento.
E de poder lhe sugerir que toque  e  cante Cantoras do Rádio, essa imortal composição do Lamartine Babo, do João de Barro e do Alberto
Ribeiro.
Ouça aqui…

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *