ENTROU FORMIGA NA FITA

Publicado em: 19/02/2007

Caro ouvinte segue outra história para ser veiculada no rádio. A idéia de programas que narrem histórias hilárias pode dá samba. Porque não? Tem que caprichar na produção, viajar no texto para fisgar a atenção e fechar com um locutor que interprete bem bacana.
Por Fernando Góes

Que formiga, que fita? Estamos diante de mais uma daquelas expressões “malucas” que inventam todos os dias que não dizem nada e dizem tudo ao mesmo tempo. Mas quem a inventou? Há controvérsias sobre o inventor e o seu significado.
Dizem que a expressão é velha. Nasceu literalmente em um hospital do Rio de Janeiro, no auge da ditadura, da boca de um filhinho de papai quando soube que seria pai. Enquanto o filho abria o berro, ele abria o bico. Outros acham que o surgimento da expressão se deve ao sucesso da letra de “coração partido” da dupla sertaneja “Will e Smith” e significa quando alguém já não se entende com o outro e parte para um outro relacionamento.
O refrão é mais ou menos assim: “de tanto entrar formiga na fita, meu formigueiro ta fervendo“. Tem gente que diz que a expressão é nova. Nasceu na Internet, em uma sala de bate papo. O internauta se auto apelidou “cabeção/RS”. Toda vez que alguém entrava na sala o tal sujeito escrevia para todos: “Ih, entrou mais uma formiga na fita”. O que significa? Só o tal internauta para explicar. Mas como não descobriram… O certo é que a expressão pegou. Os significados é que são diferentes.
 
Tem gente usando para significar “mau cheiro no ar” expelido por humanos, bichos, máquinas, carros etc. Qualquer coisa que faça a qualidade do ar mudar. Pra pior é claro. Para comprovar o significado, visitamos um vestiário masculino depois de uma partida de futebol. Na porta já pudemos constatar quando ouvimos o repórter se preparando para entrar ao vivo dizendo: caros ouvintes, o vestiário foi aberto e já dá pra comprovar que entrou formiga na fita. E ele tinha razão.
                                           
Mas e os outros significados da expressão? Como explicar pessoas de lugares diferentes usando a mesma expressão para explicar coisas totalmente diferentes? Como explicar as guerras? E o tsunami? E o aquecimento global? O formigueiro está transbordando. Formigas que se cuidem, vocês estão na fita.


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *