Exposição no MIS/SC aborda evolução do analógico para o digital

Publicado em: 16/12/2019

Nas últimas décadas o armazenamento e a reprodução de arquivos migraram do físico para o digital.

Mudou a forma de salvar documentos, ouvir música e assistir conteúdo audiovisual. Crianças e jovens sequer conhecem as fitas magnéticas. Assim, a partir do acervo de equipamentos e da coleção didática do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC), a exposição “O que VEM antes da nuVEM” faz um passeio no tempo mostrando suportes, mídias e players que fizeram história no registro de vídeos, fotografias e músicas até o momento atual, com o advento da digitalização dos arquivos. Serão expostas cerca de 50 peças que revelam como era feito o armazenamento e como eram os meios de reprodução antes do surgimento das chamadas “nuvens”.

A abertura da exposição será na quinta-feira, 19, às 19h. A visitação segue até o dia 29 de fevereiro de 2020, com entrada gratuita, de terça a domingo das 10h às 21h.

O agendamento é gratuito e contempla grupos de até 30 pessoas, que poderão apreciar a exposição em cartaz. O e-mail de contato é [email protected] Para os meses de janeiro e fevereiro estão programadas atividades paralenas, como oficinas e bate-papos.

Serviço:

Exposição O que VEM antes da nuVEM
Local: Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC), no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica – Florianópolis (SC)
Abertura: 19 de dezembro de 2019, às 19h
Visitação: de 20 de dezembro de 2019 a fevereiro de 2020.
Horários: de terça-feira a domingo, das 10h às 21h
Classificação indicativa: livre
Entrada gratuita

(FCC, 13/12/2019)

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *