Furto de sinal de TV por assinatura já alcança 4,2 mi de casas

Publicado em: 20/08/2014

MILTON – Bom dia, Ethevaldo, como vai?

ETHEVALDO: Bom dia, Milton, bom dia, ouvintes. Tudo ótimo.

MILTON – Ethevaldo, quantas ligações clandestinas de TV por assinatura existem no Brasil hoje?

ETHEVALDO: O País tomou conhecimento na semana passada de uma pesquisa patrocinada e divulgada na semana passada pela ABTA, a Associação Brasileira de TV por Assinatura que mostra a situação alarmante nesse setor.
A conclusão principal, Milton, é de que a prática de furto de sinal de TV por assinatura vem se alastrando de maneira crescente e já alcança cerca de 4,2 milhões de lares.

MILTON – E qual é a proporção desse número no universo de assinantes de TV por assinatura?

ETHEVALDO: Essa população representa 18% do total de domicílios com acesso a canais fechados. Em números absolutos são 4,2 milhões de clientes piratas numa base total de 22,7 milhões de assinantes, dos quais apenas 18,5 milhões são assinantes legais e regulares, segundo a Anatel.

MILTON – São apenas os habitantes de menor poder aquisitivo que pirateiam o sinal das operadoras de TV por assinatura?

ETHEVALDO: Eu também supunha que eram apenas essas pessoas, Milton. Mas a pesquisa indica que eles pertencem a todas as classes sociais.

E, segundo o levantamento, 58% dos usuários que praticam o furto de sinal estão em cidades do interior e os demais 42% nas regiões metropolitanas.

MILTON – Ethevaldo, amanhã é sexta-feira, dia de falarmos sobre o futuro. Qual será o seu tema?

ETHEVALDO – Vou falar sobre as tecnologias do futuro segundo o MediaLab.

MILTON – Até amanhã.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *