Gente querida do Caros Ouvintes

Publicado em: 22/06/2009

Em meados da década de 1970, quando atuava como locutor principal da Sonima, grande produtora de jingles na época, tinha contato frequente com Elis Regina que visitava a Sonima regularmente para encontrar o marido César Camargo Mariano, que lá atuava como arranjador. Por Odemar Costa

O sorriso e a simpatia de Elis Regina

O sorriso e a simpatia de Elis Regina

Convidado para produzir uma foto de Elis para capa do programa de seu show Falso Brilhante aproveitei o ensejo e fiz um ensaio fotográfico com ela. Foi no estúdio Vice-Versa, de meus amigos Luiz Botelho e Rogério Duprat, na tarde em que Elis gravaria Fascinação. Disse a ela: Elis, agora que sua foto foi feita, vou queimar um filme com você a título de ensaio.

Descontraída e esbanjando cordialidade e simpatia diante de minha Nikon, Elis foi clicada 36 vezes em poucos minutos. Disso resultaram umas 20 fotos notáveis. Em parceria com os filhos dela e com os meus que são produtores gráficos e podem produzir as ampliações e painéis, espero mostrar ao público, em 2009, esse material maravilhoso da fantástica cantora gaúcha e brasileira. Segue um tira gosto da exposição que planejo realizar.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *