GiletePress: Podcasting é visto como agente de mudança na mídia

Publicado em: 01/06/2005

As revistas de negócios como Forbes e Newsweek continuam monitorando com interesse o fenômento “podcast”.
Por Emílio Cerri Neto

Para quem ainda não se ligou no assunto, lá vai: podcast são programas de audio via internet que podem ser ouvidos nos computadores ou players do tipo ipod e similares. Usando o sistema de “assinaturas”, os ouvintes recebem os arquivos (em geral mp3) pelo sistema de “news feed” (alimentador de notícias) RSS – Really Simple Syndication  – ou seja, os programas que você assinou vão sendo baixados enquanto você está fazendo outras tarefas no micro. Você pode ouví-los quando quiser, no próprio micro, ou transferí-los para seu player. Tudo muito simples e conveniente.

Até Wall Street já se antenou com o podcast sintonizando o estrago feito nas cotações da Audible.com, um dos maiores provedores de conteúdo em audio. A Standard & Poor’s afirmou que “o podcasting tornou-se uma crescente ameaça para a empresa.

A S&P observou que diversas empresas de mídia anunciaram ofertas de podcasting gratuitos, o que significa uma concorrência ameaçadora a provedores como a Audible que cobra entre 7 e 13 dólares mensais pelo download de seus conteúdos.

O assunto é “hot” e está rolando também em Madison Avenue e adjacências. Claro, antes de mais nada, um novo meio significa para os anunciantes e agências uma nova oportunidade de negócios e o podcasting parece ter um grande potencial para isso.

Alguns dos grandes anunciantes como GM, Ford, Procter & Gamble Unilever, Warner Brothers, Volvo e Heineken, entre outros, já estão anunciando em podcasts. “O Podcasting permite ao consumidor ser o seu pr´rprio programador de rádio. Isso pode tornar obsoleto o modelo tradicional de rádio para diversos anunciantes”, alerta Rishad Tobaccowala, da Publicis Groupe Media. O assunto é fascinante e vamos voltar a ele.

P.S. Para programar seus podcasts você vai precisar de um “media aggregator”. Recomendo o iPodder. Poderoso, fácil de usar e grátis.
Clique aqui para baixar.


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *