Machismo

Publicado em: 18/09/2014

Machismo não é qualidade ou atitude apreciada por muitas pessoas. Imagina-se um machista aquela pessoa (não necessariamente um homem) que acredita que certas tarefas, comportamentos, serviços, gestos e outras coisas do tipo devem ser realizadas somente por homens, ou unicamente por mulheres. Se um menino é visto brincando com louças, por exemplo, ou qualquer outro brinquedo que normalmente na fase adulta é usado principalmente por mulheres já se abre a boca ou se coloca a mão no queixo com um ar de:

Será?

De onde vem o machismo? Está no sangue? Nasce conosco? Ou será que pelo menos muitas das vezes é colocado em nós pelo pai ou pela mãe?

O pai machista diz: Meu filho vai “namorar” com todas. Ou, “prendam suas cabritinhas que meu bode está solto”.
Sobre a filha: Intocável, quase santa.

A mãe machista talvez diga: Também, do jeito que as moças andam e se vestem hoje, não podem nem reclamar que os homens são abusados, elas é que provocam.

A pergunta continua: De onde vem esse machismo? Nós pais podemos pelo menos fazer a nossa parte e mostrar respeito pelo marido ou pela esposa. Tratar o sexo oposto com respeito.

Nossas ações e palavras têm poder sim. Aquilo que falamos ou como agimos ficará “gravado” na mente dos filhos. Se, por acaso, parte da culpa pelo machismo é dos pais fica um tanto evidente que nós é que temos de mudar ou aprimorar nosso comportamento ou a maneira de ver a vida e as pessoas. É difícil educar crianças cujos pais em nada colaboram. E aí, o leitor (a) acha que às vezes é machista? Que atire a primeira pedra o que diz que não é ou nunca foi.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *