Mix de assuntos que movimentam a internet e outros meios!

Publicado em: 27/07/2009
PlayPlay

Aqui, do twitter novidadeiro até o boicote da Globo a Chico Anysio.

  • Twitter na crista da onda!

Celebridades e anônimos aderem a essa nova modalidade de relacionamento social que faz um interessante jogo interativo e de grande utilidade. Em pouco mais de seis meses, o twitter disparou como um torpedo na internet, movimentando mais de trinta milhões de seguidores mundo afora.

As pessoas se cadastram e enviam mensagens entre elas de até 140 caracteres, comentando assuntos importantes ou não. Democraticamente, cada pessoa decide quem quer acompanhar e, simultaneamente, fica sabendo quem a acompanhará.

Não é exagero afirmar que esse instrumento, usado pelos presidentes Obama e Lula, tem grande poder de fogo na comunicação instantânea, servindo de fio condutor para o lançamento de novidades e formando opinião.

Recentemente, após exaustivas tratativas com Muricy Ramalho, o presidente do Palmeiras de São Paulo, Luiz Gonzaga Belluzzo, anunciou em sua página pelo twitter que estava encerrando as negociações para contratá-lo.

Antes disso, pelo mesmo modo, o técnico Wanderley Luxemburgo informou sua demissão do clube. O mesmo ocorreu na terça-feira (21-7), quando Beluzzo acionou novamente o twitter para comunicar que Muricy havia sido finalmente contratado pelo Palmeiras.

Essas três ações inauguraram um novo sistema de noticiar um fato importante, diga-se de passagem, além de inédito, democrático, por não privilegiar “primeira mão” a nenhum órgão da imprensa, do rádio e da TV. Os profissionais da comunicação dão boas-vindas ao novo e virtual “companheiro” de trabalho.

  • Nada igual a internet como meio de se obter e trocar informações.

É raro o dia em que não recebemos e-mails com novidades interessantes. Caso de Rain, um arranjo de “palmas” que começa com o início de chuva, passa por uma trovoada e culmina com grande tempestade.

Os nomes do arranjador-maestro e do conjunto executante não constam da postagem que transferimos para os caros ouvintes-leitores… clique aqui para assistir

  • Os sucessos de carnavais antigos ainda exercem magia.

No ranking do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição de Direitos Autorais, ECAD, o primeiro lugar como a música mais “tocada” nos bailes de carnaval de 2009 é ocupado pela marchinha de 1963, Cabeleira do Zezé, da dupla João Roberto Kelly e Roberto Faissal.

No segundo lugar, Me dá um dinheiro aí (1959), dos irmãos Ferreira (Glauco, Homero e Ivan). No terceiro, Mamãe eu quero (1936), de Jararaca e Vicente Paiva. No quarto, Vassourinhas (1899), de Joana Batista Ramos e Mathias da Rocha. No quinto, Teu cabelo não nega (1931), de Lamartine Babo, João e Raul Valença.

No sexto lugar, Cidade Maravilhosa (1934), de André Filho. No sétimo, Sorte Grande (1999). No oitavo, Jardineira (1938), de Benedito Lacerda e Humberto Carlos Porto. No nono, Mulata yê yê yê (1964), de João Roberto Kelly. E na décima posição, Festa (2001), de Anderson Cunha – a única do novo milênio.

Por quantos anos mais os velhos hits carnavalescos permanecerão? A mais antiga das músicas desse levantamento do ECAD (Vassourinhas) data de 1899 e a mais nova (Mulata yê yê yê) é da safra de 1964. Festa, consagrada por Ivete Sangalo, foi lançada em 2001, não como música carnavalesca. O que não dá pra entender é como essas músicas se “renovam” há vários anos e são cantadas por novas gerações.

  • De Curitiba para o mundo: uma interessante rádio-online, a Rádio Prefeitura.

Tocando música popular brasileira de primeira, a iniciativa exitosa da Prefeitura Municipal de Curitiba está servindo de modelo para que outras prefeituras do país também invistam em rádios na web.

A par da boa seleção musical (horas), a Rádio Prefeitura informa e presta serviços à população curitibana. Tem cara de rádio profissional. Para ouvi-la, acesse http://www.curitiba.pr.gov.br/publico/radio/

A Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul também tem sua rádio-online com uma programação interessante, sem estar focada inteiramente para a transmissão das sessões e atividades daquela casa legislativa. Confira no site http://www.al.rs.gov.br/radioassembleia/

  • Nada é difícil quando se pensa profissionalmente!

A frase é do Prof. Álvaro Bufarah, jornalista, especialista em política internacional, mestre e pesquisador sobre rádio, coordenador da Pós-Graduação em Produção e Gestão Executiva em Rádio e Áudio Digital da FAAP, encerrando seu artigo Procura-se um produtor de rádio, publicado no site Rádio Agência.
Seu pensamento retrata uma realidade cada vez mais presente no rádio brasileiro.

A perda de qualidade, a falta de conteúdo dos programas deve-se à contenção de custos ditada por empresários de radiodifusão ávidos por mais faturamento e menos despesas. O prof. Bufarah, apaixonado por rádio, como nós, faz um alerta sobre a falta de investimento das rádios em material humano, em especial em profissionais de produção, suporte principal para a feitura de bons programas.
(leia o comentário do Prof. Álvaro Bufarah no site www.radioagencia.com.br)

  • Radio Cultura de Joinville: meio século no ar…

Neste finzinho de julho, dia 29 (quarta-feira), às 19h30, a Câmara Municipal de Joinville fará uma Sessão Solene no seu plenário em homenagem aos cinquenta anos de fundação da Rádio Cultura, emissora criada no dia 1º de julho de 1959 pelo saudoso idealista Jota Gonçalves, que foi o primeiro grande locutor da Manchester catarinense (ele iniciou no rádio pela Difusora de Joinville, na década de 40). A Cultura, segunda da cidade, fundada 18 anos depois da Rádio Difusora, conseguiu nos anos 50/60 com um formato de rádio moderno se impor como uma das principais emissoras de Santa Catarina.

A homenagem, resultante de moção apresentada pelo vereador James Schroeder, vai destacar 50 radialistas que atuaram por aquela emissora ao longo de sua existência.

PENSAMENTO

“Não tenho medo da morte, porque não sei o que é a morte. A gente não sabe se a morte é melhor ou pior. Eu não quero viver nenhum dia que não possa ser objeto de orgulho. Peço a Deus que não me dê nenhum tempo de vida a mais, a não ser que eu possa me orgulhar dele.”
José Alencar

FINAL, DOIS PONTOS, hoje, excepcionalmente, TRÊS PONTOS, três perguntas dirigidas a Octavio Forisbal, diretor-geral da Globo:

1. Rede Globo e Chico Anysio, nada a ver. Por quê???!

2. Qual o grande pecado que ele cometeu contra a Rede dos Marinhos?

3. E a “geladeira” imposta ao multifacetado e talentoso artista vai ter fim? E quando?

Chico (caracterizado como indiano) retorna à TV

Obs.: Chico Anysio, desgostoso com a falta de oportunidade para realizar programas de humor na Rede Globo – da qual é contratado – depois de muitos anos residindo no Rio de Janeiro, acaba de se mudar para São Paulo.

Ah, vai ter que enfrentar a ponte-aérea porque tem uma participação como ator na novela Caminhos da Índia, atendendo a um pedido de sua amiga Glória Peres, autora da novela.

P.S.M. Revive Alberto Roberto, quadro de sucesso de Chico Total de 1966, personagem que dava o maior IBOPE do programa.

1 responder
  1. Vera Lúcia Correia da Silva says:

    Caro Jair,
    que as novidades tecnológicas nos beneficiam não tenho dúvidas,tanto que conseguem fazer com que não tenhamos mais contato físico com nossos interlocutores (que pena!). Elas encurtam distâncias, mas distanciam o “olho no olho”.
    Em tempos de gripe suína vem a calhar a distância entre as pessoas temerosas de pegar a tal gripe, mas conheço gente que dorme com todas essas novidades na cama, trocando companheiro(a)que lhe esquente os pés em dia de frio intenso. Me poupe de tanta tecnologia!
    Mas, tem seu lado bom, claro, se não estaria comunicando-me contigo de que forma? De novo, uma bela matéria sobre as novidades que imperam no mercado.
    Sobre seu comentário a respeito de Chico Anysio estou de pleno acordo. Ainda bem que reconsideraram e ele volta com muita graça na novela das 20h (que começa às 21h), mas acredito que o humor hoje é outro, se bem que através do vídeo que anexou (excelente) ele não fica devendo nada para a nova geração de humoristas.
    Parabéns, meu amigo e Feliz Aniversário ainda!
    Abraços.

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *