Molecagem nas ondas do rádio

Publicado em: 29/03/2009

Deu no jornal de domingo. Está no Painel (A4) da Folha de hoje, 29/5, no Contraponto a notinha sob o título Nas ondas do rádio.

Em 1985, Antonio Carlos Magalhães era ministro das Comunicações quando o aliado Candido Augusto, prefeito de Senhor do Bonfim, começou a articular a candidatura ao governo baiano dse Jonival Lucas, secretário de João Durval, inimigo de ACM.

Por dias, Augusto fugiu dos telefonemas do ministro, mas este acabou por encontrá-lo:

– Que negócio é esse de lançar candidato sem me consultar? Se você continuar com esse negócio, vou colocar uma rádio aí na cidade só pra te desmoralizar”

Gaguejando de medo, o prefeito só conseguiu indagar:

– AM ou FM ministro?

– As duas seu moleque! – e bateu o telefone.

1 responder
  1. J.Pimentel says:

    Bem ao estilo do velho comandante. Em 72 ou 73, por ai, eu dirigia as Emissoras Paulinas e procurava um diretor para duas de nossas rádios em Salvador, Cultura e Bahia. A única pessoa que eu conhecia em Salvador era um jornalista com quem havia tido um curto contato num congresso em São Paulo, Orlando Garcia, também assessor de comunicação da Coelba, a empresa de energia elétrica da Bahia, pertencente ao Governo do Estado. Liguei para Orlando oferenco a gerência local das duas rádios. Ele recusou por seus afazeres junto a ACM e a Coelba. No dia seguinte ele ligou dizendo que contou sobre a proposta à ACM que lhe deu uma sonora bronca. “- Mas é claro que você vai aceitar. Duas rádios das melhores da Bahia e você não vai pegar? Se não pegar eu lhe demito”. ACM tinha consciência da importância dos meios de comunicação, sobretudo o rádio e usava isso muito bem. Sobre seus métodos políticos, isso é outra história.Orlando Garcia assumiu as duas rádios, foi um grande gerente e depois ainda gerenciou, alguns anos depois,a primeira fase da TRANSAMÉRICA FM por lá.

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *