Mudar é o maior desafio

Publicado em: 27/10/2012

Ethevaldo Siqueira

Para John Chambers, presidente da Cisco, diante das mudanças tecnológicas aceleradas, as empresas precisam reinventar-se a cada dia, em especial sob o impacto das quatro forças que atuam simultaneamente sobre a economia: mobilidade, computação em nuvem, redes sociais e internet. Elas exigem muito mais atenção, decisão consciente e visão de longo prazo dos administrares e executivos. Ao falar durante uma hora em entrevista aberta, diante de um auditório de 6 mil pessoas, John Chambers, presidente e CEO da Cisco, foi o grande destaque de ontem, 23/10, terceiro dia do Symposium ITxpo 2012, do Gartner, realizado aqui em Orlando, nos Estados Unidos. No cargo há 17 anos, Chambers transformou radicalmente a Cisco de uma empresa de US$ 1,2 bilhão numa corporação de TI de quase US$ 30 bilhões. Outra advertência do presidente da Cisco é para o risco que o mundo corre se os governos decidirem assumir o controle da internet, como propõem alguns países. “Isso será o fim da liberdade que caracteriza essa rede”.

Dez tendências estratégicas

David Cearley, um dos mais experientes e renomados pesquisadores do Gartner, apresentou o estudo da empresa sobre as Dez Tendências Estratégicas para 2013. São elas:

1. Batalha dos dispositivos móveis – smartphons, tablets, ultrabooks, que praticamente sobrepujarão os PCs. Ontem, já assistimos à entrada de um novo player nessa guerra: o iPad Mini, lançado pela Apple.

2. Aplicações móveis com a nova linguagem HTML5 abrirão novas perspectivas para os aplicativos móveis.

3. Nuvem pessoal. Eis aí a verdadeira sucessora do PC, segundo o Gartner. Será na nuvem pessoal que o usuário guardará seus conteúdos e aplicativos.

4. Lojas de aplicativos nas grandes empresas. No fim de 2013 e começo de 2014, a maioria das empresas deverá instalar lojas internas para a distribuição de aplicativos a seus empregados.

5. Internet das coisas. Finalmente, 2013 será o ano da decolagem da internet das coisas, em que todos os objetos poderão ter seu endereço IP e serão localizados por essa rede de nova geração.

6. Computação em nuvem de TI híbrida – Essa nova nuvem poderá ser também chamada de CSB (Cloud Services Brokerage), ou seja, serviços de corretagem na nuvem. Será a nuvem a serviço de novas formas de comércio eletrônico especializado.

7. Big Data estratégico – O conceito de Big Data está evoluindo de um foco em projetos individuais para projetos empresariais.

8. Serviços analíticos – entendidos como serviços de orientação, pesquisa, estudos específicos de marketing digital e estratégias de comunicação.

9. Computação em memória – envolvendo recursos de TI que fazem pesquisas incríveis em pouco tempo e podem fornecer oportunidades de transformações em vendas e negócios.

10. Integração de ecossistemas – O mercado passa por um processo de integração de sistemas e de ecossistemas e afastamento das formas e abordagens heterogêneas. A grande alavanca desse processo são a redução de custos, simplificação e maior segurança. (De Orlando, EUA)

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *