Nanotecnologia

Publicado em: 10/08/2012

Milton – Bom dia, Ethevaldo. Como vai? | Ethevaldo – Bom dia, Milton; bom dia, ouvintes. Tudo ótimo. | Milton – Ethevaldo, sexta-feira é dia antecipar o futuro. Você prometeu falar hoje falar sobre os avanços extraordinários da nanotecnologia nos próximos dez anos. | Ethevaldo – Vamos começar com o que já é possível fazer nesse mundo extraordinário da nanotecnologia, Milton. Imagine que o mundo já tem tecidos que não molham, não sujam, nem mancham. São os nanotecidos. Ou o alumínio, transformado num pó finíssimo, o nanoalumínio, que se transforma num perigoso explosivo. Ou o ouro nanométrico, que tem propriedades surpreendentes, a começar de sua cor avermelhada. A prata em nanopartículas é um dos mais poderosos bactericidas. Ou nos nanocristais de óxido de zinco, que permitem a fabricação de telas ou filtros solares invisíveis e que bloqueiam a luz ultravioleta. O mais extraordinário, no entanto, é o que virá por volta de 2020.

Milton – Quais serão os avanços no final desta década?

Ethevaldo – Na visão de Michio Kaku, cientista nipo-americano, professor do City College de Nova York, entre 2015 e 2020 a nanotecnologia será capaz de produzir as menores máquinas, em escala molecular, as biomoléculas. Essas máquinas moleculares terão o poder de reproduzir-se e multiplicar-se como vírus ou bactérias, como se fossem vivos. Serão capazes de limpar o meio ambiente e de devorar os resíduos tóxicos de rios, lagos e mares. As nanomoléculas se comportarão como verdadeiros nanorrobôs – e poderão ser utilizadas para destruir micróbios infecciosos, matar células de tumor uma a uma, patrulhar a corrente sanguínea, remover placas de colesterol de nossas artérias, reparar células e reverter o processo de envelhecimento. Poderão eliminar a fome no mundo por meio da produção abundante de alimentos.

Milton – E qual será o impacto da nanotecnologia na economia por volta de 2020?

Ethevaldo – Seu impacto na economia e na vida humana poderá superar, talvez, o da microeletrônica e o da biotecnologia, Milton. Na verdade, a nanotecnologia, é altamente interdisciplinar, porque associa física, química, eletrônica, biologia, ciência dos materiais e praticamente todas as disciplinas da engenharia. Por tudo isso, ela deverá ser o grande diferencial entre as nações desenvolvidas, por volta de 2020.

Milton – Até segunda.

CBN Brasil | MUNDO DIGITAL, com Ethevaldo Siqueira

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *