Número de aplicativos para smartphones já passa de dois milhões

Artigo publicado em: 13/06/2014

MILTON – Bom dia, Ethevaldo, como vai?

ETHEVALDO: Bom dia, Milton, bom dia, ouvintes. Tudo ótimo.

MILTON – Ethevaldo, você tem uma estimativa de quantos aplicativos para smartphones já existem no mundo hoje?

ETHEVALDO: Os especialistas estimam que já passem de dois milhões, Milton. A maioria deles roda no sistema operacional Android.

MILTON – Será que precisamos de tantos aplicativos? Não é demais?

ETHEVALDO: Individualmente, não baixamos nem usamos mais de que uma dúzia. Raras são as pessoas que baixam mais do isso. Aliás, uma pesquisa recente, divulgada na Conferência Telematics Detroit 2014, no começo deste mês, revelou o que me parecia óbvio: a maioria das pessoas não quer uma quantidade elevada de aplicativos em seus smartphones e, muito menos, para usar em seus automóveis – até porque eles podem ser elementos de distração.

MILTON – E que aplicativos as pessoas preferem?

ETHEVALDO: Preferem aqueles que lhes dão respostas rápidas, objetivas e confiáveis, e isso vale até para quando as pessoas estão em casa ou no escritório. Já quando está dirigindo no automóvel, a maioria das pessoas já se convenceu dos riscos e da distração que os aplicativos ou a simples conversa ao celular pode causar.

Na opinião dos norte-americanos, segundo o estudo divulgado, só há três tipos de aplicativos que funcionam e não prejudicam no carro: o GPS, o rádio e o que permite localizar uma pizzaria.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *