O coração delas

Publicado em: 21/02/2014

coracao-delasNos bate-papos de barbearia muito têm se falado sobre estresse, ansiedade, insônia, sedentarismo; coisas que acabam levando ao infarto (necrose por falta de oxigênio, impedido de circular pela presença de trombos – coágulos). O fato que me chamou atenção esta semana foi o de falarmos muito no infarto atingindo homens. E as mulheres, como anda seu coração? Pesquisei e encontrei dados interessantes na Revista Claudia de dezembro de 2013. Mais precisamente na página 195, a reportagem chama atenção a dados importantes.

Primeiro: As mulheres costumam pensar que infarto é doença de homem.

Segundo: Que o câncer de mama mata mais que o infarto.

Terceiro e não menos importante: Há fatores relevantes que levam as mulheres a serem vítimas do infarto.

A falta de informação tem colocado 21 milhões de mulheres sobre o risco de infartar.

No Brasil morrem por ano 39 mil mulheres vítimas de infarto, 12,800 vítimas do câncer de mama. Ou seja, o infarto mata três vezes mais do que esse tipo de câncer.

Elas trabalham fora, cuidam da casa, dos filhos, do marido. Algumas bebem ou fumam, quando não unem os dois hábitos. Há pouco tempo para se alimentar, então engolem qualquer coisa.

Falta tempo para fazer as coisas as quais lhes dariam prazer. Há também o problema de que as artérias femininas são 15% mais estreitas e estão sujeitas aos fatores de risco relacionados a entupimentos.

A partir de agora nos bate-papos de barbearia mais um grupo de pessoas passa a preocupar.

O coração delas pode ser romântico, sonhador, empreendedor, criativo, sensível, mas sem os devidos cuidados nossas mães, esposas, irmãs, filhas, avós, tias, amigas; podem ter suas preciosas vidas encurtadas. Que tal nós homens que temos a fama e bem merecida de sermos descuidados com a saúde dar um “toque” para elas? Afinal de contas, de um jeito ou de outro elas estão no nosso “coração”.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *