O Diarinho e eu: a diferença entre bloguismo e jornalismo

Publicado em: 12/01/2012

Carlos Tonet *

Matéria jornalística do Diarinho a partir de uma blogagem minha: diferença entre o jornalismo profissional e o diletantismo. Na praia, volta e meia leio o temível Diário do Litoral, conhecido como Diarinho, fundado em 1979 pelo já falecido jornalista Dalmo Vieira. Alguns jornalistas amigos meus têm preconceito com o veículo, mas eu percebo muitas qualidades nele. Por trás das manchetes policialescas com títulos popularescos existem boas matérias de interesse geral e serviços. Um dos destaques do Diarinho são as notícias cuidadosamente redigidas em linguagem popular. Os textos são bons, mas propositalmente recheados com expressões extremamente coloquiais, como “os homi”, “caguetas”,  ”carudos”, “sustaço” e “prefa”. O prefeito de Balneário Camboriú, Edson Periquito, é tratado por “Homem Pássaro“. Todas as expressões que ferem a norma gramatical são devidamente grafadas em itálico.

Exemplo de bloguismo
No dia 04/01, publiquei em meu blog um post sobre a ocupação irregular da praia por um condomínio de alto padrão, em Balneário Camboriú.
• Fiz apenas um registro e dei minha opinião. • Não entrevistei ninguém. • Não procurei as autoridades. • Não fui atrás de mais detalhes. • Isso é bloguismo. • Qualquer um faz.

Exemplo de jornalismo
• A partir da minha denúncia, o Diarinho entrou em ação e praticou o jornalismo. • O jornal foi bacana. Informou sobre a origem da denúncia, citou o meu nome e foi atrás dos fatos. • Usaram frases e informações minhas dando o devido crédito. • Entrevistaram funcionários do condomínio. • Tentaram localizar o síndico. • Fizeram novas fotos. • Foram na prefeitura e fuçaram em duas secretarias em busca de informações. • Formataram uma matéria crítica, com dados completos. • Obtiveram da prefeitura a informação de que casos como esse seriam punidos. • Como se vê, bloguismo é uma coisa fácil de fazer. • Já o jornalismo dá trabalho.

Jornalismo X Bloguismo
• Jornalismo e bloguismo não são antagônicos e podem ser complementares. • Fiz essa comparação para mostrar a diferença entre a ação de um jornalismo profissional e a simples postagem de uma notícia em que não tive o trabalho de aprofundar a questão. • O bloguismo pode ser muito mais informativo e assertivo quanto mais se valer das premissas do bom jornalism, afastando-se do diletantismo e do improviso. • Isso tudo depende que quem o faz.

08/01/2012 in Cotidiano, Carlos Tonet Blog *

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *