O futuro da rádio passa pela internet

Publicado em: 16/05/2010

Pesquisando a opinião de especialistas a respeito do futuro do rádio, encontrei uma interessante reflexão de José Faustino, presidente da Associação Portuguesa de Radiodifusão. Ele afirma que o futuro passa inevitavelmente pela internet. Enfatiza que mais de 80 por cento das rádios portuguesas têm presença muito forte na web, destacando que em Portugal existem 243 estações de rádio. A professora Paula Cordeiro, do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas de Portugal, considera que estamos em um momento de transição. Aposta no rádio pela web, devendo as rádios FM envolverem-se na qualificação dos recursos humanos para o mundo online.

3 respostas
  1. Vitor Dahm says:

    Esta é a tendência normal e esperada na evolução da recepção da radiodifusão. Constatei isto na Europa há 2 anos, onde é muito comum o IPradio que permite a conexão em milhares de estações de radio ao longo do globo, usando um receptor relativamente simples, que se conecta as emissoras usando o WiFi dos roteadores. Eu mesmo sou um assíduo ouvinte de emissoras pela Internet, e praticamente pouco escuto as emissoras locais, pela enorme variedade de programas especializadas em diversos temas, como por exemplo músicas clássicas ou Volksmusik, e ainda tem a vantagem de não veicularem comerciais. Creio que no momento que for colocado a venda no mercado brasileiro os receptores de IP radio, será um sucesso de tal porte, que obrigará as emissoras grandes a se prepararem com a concorrência de pequenas “radios de apartamento”, que terão forte apelo a estes novos tipos de ouvintes

  2. Bacana mesmo says:

    Tb estive na europa é o que diz é verdadeiro. Gostei da observações.
    Montamos, produzimos e oferecemos acessória para sua rádio web.
    Visitem nossa Central de rádios. Portal: radiobeleza.com.br

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *