O ouvinte, o rádio e o radialista

Publicado em: 13/07/2005

A relação do ouvinte com o radialista é de grande importância para a própria sobrevivência do rádio e para um processo de crescimento da interatividade tão essencial para o desenvolvimento da comunicação.                          
Por Francisco Djacyr Silva de Souza

É vital que os que fazem o rádio entendam que o processo de participação do ouvinte na programação vai configurar um processo de construção da cidadania em meio a opiniões, dicas, conselhos, denúncias e outras formas de participação que fazem do ouvinte um elemento ativo na construção deste meio de comunicação que resiste em meio a tanta modernidade.

É de grande importância que se cultive no meio radiofônico um processo permanente de respeito mútuo onde ouvintes e radialistas possam ser cúmplices do crescimento do rádio e justifiquem sua grande importância na construção de uma sociedade democrática. O radialista deve evitar desrespeitar o ouvinte com apelidos, brincadeiras de mal gosto e até codinomes pejorativos valendo entender que este respeito é necessário não apenas em meio às transmissões radiofônicas, mas, sobretudo fora do ar.

Sabemos que muitas vezes os ouvintes podem extrapolar em meio a sua participação, por isso é preciso criar mecanismos que eduquem o ouvinte para refinar sua participação e valorizá – la cada vez mais. Vale entender que o papel do ouvinte é fundamental para o crescimento e desenvolvimento do rádio, pois o ouvinte é a mola – mestra da construção de um processo de cidadania participativa.

Se for feito um apanhado das manifestações culturais, sociais, ambientais e de formação política que se dão em uma participação do ouvinte veremos que é o ouvinte uma das razões de ser do rádio e que o radialista é o condutor deste processo no momento em que oportuniza uma opinião sadia e que, com certeza, será de grande importância na construção de um mundo melhor e solidário.

O ouvinte merece ser respeitado por todos aqueles que fazem parte da programação radiofônica, pois sem ouvintes o que seria do rádio?

Francisco Djacyr Silva de Souza é Professor e presidente da Associação de Ouvintes do Rádio do Ceará


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *