O Plantão Esportivo mais antigo do Brasil

Publicado em: 27/10/2008

Neste 1o. de Novembro o curitibano Oldemar Kramer – voz padrão da B-2 – ao longo de décadas está completando 50 anos de atividade como Plantão Esportivo. Ele pode ser ouvido no dial do rádio paranaense diáriamente às 18 horas e nas transmissões esportivas da Rádio Difusora, am590 de Curitiba.

QUEM

Oldemar Kramer, paranaense, nascido em Curitiba em 5 de Maio de 1935, com certeza é o Plantão Esportivo mais antigo da história do rádio brasileiro em atividade. Eu que trabalhei com grandes plantões no rádio brasileiro como Narciso Vernizzi, Milton Neves, Domingos Machado também tive a felicidade de estar ao lado de Oldemar Kramer na B-2. De tantos detalhes, estatísticas, tabelas, regulamentos que trazia sempre na sua pasta embaixo do braço quando chegava a rádio acabou ganhando de mim o apelido de professor. E hoje todos os chamam de professor Oldemar Kramer, numa homenagem mais do que justa a esse patrimônio do rádio brasileiro.

CARREIRA

Oldemar Kramer sempre foi Plantão Esportivo. Começou em 1º. De Novembro de 1958 na Rádio Marumby de Curitiba, ao lado de Willy Gonser, Cury Saliba, e, Reinoldo Cunha. Em 1962 foi contratado pela Rádio Clube, a B-2 para trabalhar também com Willy Gonser (o maior locutor da história do rádio esportivo paranaense), Airton Cordeiro, outro fenômeno da época, Boris Musialowski, Osmar de Queirós e grandes nomes da época. Entrou na Clube para substituir Alfredo Otto Flatau, que se transferira para a Rádio Nereu Ramos de Blumenau.

Em 1967 Oldemar Kramer teve uma passagem de três meses pela Rádio Independência, sempre com Willy Gonser como locutor principal. Na cobertura do Robertão (Torneio Roberto Gomes Pedrosa), a Independência marcou 90% da audiência em Curitiba, acompanhando o CA Paranaense.

Em 1968 o Professor Oldemar Kramer retornou a Rádio Clube Paranaense, onde está até hoje comandando o Plantão Esportivo. Neste período passaram pela Clube, Lombardi Jr, Capitão Hidalgo, Sidnei Campos, Mário Henrique, Raul Mazza do Nascimento, Lourival Barão, Edemar Annuseck, Sicupira, Ulisses Costa, entre outros.

INTERNACIONAL

Oldemar Kramer esteve presente “in loco” nos campeonatos mundiais da Itália em 90 e dos EUA em 94. Também – e sempre como Plantão Esportivo – cobriu a Copa América de 91 no Chile, 93 no Equador, 95 no Uruguai, 97 na Bolívia e 99 no Paraguai. Na foto ao lado estamos na transmissão da final da Copa América entre Brasil e Uruguai em 1995 no Estádio Centenário em Montevidéu.

EMOÇÕES

Uma das grandes emoções vividas em sua carreira de Plantão Esportivo  ocorreu durante uma visita do então Presidente da República, Gal. Emilio Garrastazu Médici, a Cidade Industrial de Curitiba. Ligando do Hotel em que o Presidente estava hospedado, o chefe de imprensa anunciou o interesse de Médici conversar com Oldemar Kramer. E foi o que aconteceu. O Presidente Médici quando chegou a Curitiba saindo do Aeroporto Afonso Pena para a Cidade Industrial estava ouvindo a B-2 para saber do resultado de jogos. E às 23h30 daquela noite o Presidente Médici conversou ao telefone com Oldemar Kramer para tomar conhecimento dos resultados dos jogos que envolveram seus times do coração, Grêmio Portoalegrense e CR Flamengo.

A outra grande emoção de Kramer foi trabalhar ao lado de Fiori Giglioti em 1999 na Copa América do Paraguai. Como o futebol tinha parado na Rádio Record, Fiori atendeu um convite da B-2 e participou da cobertura da Copa América como narrador e comentarista.

OUTRAS ATIVIDADES

Oldemar Kramer por 29 anos participou da Administração Municipal de Curitiba como Diretor de Rendas Imobiliárias e na Secretaria da Fazenda do Departamento de Patrimônio da cidade. Hoje como sócio de seus filhos Fernando e Fabiano, dirige a TERCOPAVI – Construtora e Pavimentadora Ltda. Na foto estavamos tomando o café da manhã em Hotel na cidade de Rivera, na Copa América de 1995.

FAMILIA

Oldemar Kramer é casado com dona Maria de Lourdes, tem três filhos; Siumara, formada em Ciências Contábeis, Fernando, engenheiro e Fabiano, administrador de empresas. Kramer tem 5 netos e 3 bisnetos

6 respostas
  1. Jair Brito says:

    Meu caro Edemar, um abraço amigo.

    Eu e Oldemar trabalhamos juntos em duas boas oportunidades, na Independência e na Clube Paranaense. Justa e oportuna a homenagem pelos seus 50 anos de Plantão Esportivo, o mais antigo do Brasil. Ele é um grande exemplo de perseverança e amor pelo cargo, o qual geralmente serve de trampolim para os novatos que almejam ser repórter ou locutor esportivo.
    Parabéns garoto Oldemar Kramer, continue esbanjando qualidade no rádio esportivo do Paraná.

  2. Edemar Annuseck says:

    Olá Jair, que bom que você também se junta as idéias extraordinárias de Antunes Severo, Ricardo Medeiros e colaboradores. Oldemar Kramer merece muito mais do que a simples lembrança que fiz. Aproveitando, jantei à noite passada no Velho Madalozzo com Willy Fritz Gonser e Roberto Abras da Rádio Itatiaia que vieram transmitir o jogo de hoje entre Coritiba e Atlético Mineiro. E prá variar falamos muito sobre Jair Brito, Antunes Severo, Silvio Ronald, Jota Pedro, Raul Mazza do Nascimento (eu não sabia que meu irmão Raul Mazza começou como locutor). Onde está o Jair perguntou-me o cumpadre Willy. Eu disse: “Agora ele está no Caros Ouvintes”. O Willy aproveitou para mandar um grande abraço para outro grande amigo com o qual trabalhou aquí em Curitiba. Willy Gonser disse: “Edemar aproveite e mande um grande abraço para o Pangaré”. Quem seria?

  3. Jair Brito says:

    Edemar, dê um abraço e diga ao Willy que logo mais tentarei ouvi-lo pela net. Como vinho, ele continua sendo um dos bons locutores que transmitem futebol. Não dá pra gente esquecer aqueles bons tempos de Independência, rádio que infelizmente não existe mais por força de maus empresários (sic) gestores. Ela foi sendo passada de mão em mão, qual uma prostituta, até mudar de nome e rezar 24 horas por dia (nada contra as religiões). O que fazer…

  4. Antunes Severo says:

    Poxa vida! E eu pensando que o apelido havia se perdido no tempo! Aqui em Florianópolis o Gato, ops! o Humberto Ferandes Mendonça, meu compadre é que me chamava assim. Mas esqueci de um detalhe: o apelido começou aí em Curitiba. E o mais curioso é que todo mundo pensa que Curitiba “é uma cidade muito bem comportada” e que em Florianópolis é que o pessoal gosta de botar apelido! Um beijo muito carinhoso pro Willy e pra rapaziada que se reune por aí. E olha aqui ente: o Caros Ouvintes é um espaço de todos vocês, para o que der e vier.

  5. DOMINGOS MACHADO says:

    Edemar,fiquei muito contente de ser citado por vc nessa homenagem feita ao grande plantão,um dos maiores de todos os tempos,OLDEMAR KRAMER.
    Homenagem essa mais do que justa a esse grande profiossional,que está comemorando 50 anos,quando ele começou a fazer plantão eu tinha 4 anos de idade….é mole..Aproveito essa oportunidade para cumprimentar o meu companheiro de tantas jornas OLDEMAR KRAMER…..não só eu,mas, muitos que hoje estão no Rádio aprenderam muito com vc meu amigo OLDEMAR,que vc continue por 50 anos em nosso meio… abraços a todos…..

  6. lylly jansen says:

    Pai
    Quando Deus te fez fruto de Alfredo e Elisa, ele te iluminou tanto, te abençoou e te amou, que um só ser não conseguiria carregar.
    Então Alfredo, te chamou Oldemar homem sério forte, conservador e com firmes propósitos de vencer na vida.
    Elisa pore’m, ao pequeno gorduchinho deu o apelido de Tito, menino maroto e tranqüilo, alegre, amante da música, dos estudos, reuniões festas ( com muito doce).
    Em meio a batucadas na mesa conversas em voz altas, historias contada com muito humor.
    Quanta alegria!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Assim Oldemar e Tito, um único ser, se transforma em 2 homens distintos,difícil seria escolher qual dos dois e’ melhor..
    Oldemar Kramer cresceu,lutou, venceu, e se fez famoso.
    Simplesmente pelo que era.
    Quantos fãs ele conquistou, quantos amigos ele fez, e quantos nele se inspiravam.
    Passos firme o levaram sempre pelo caminho certo, o trabalho, a dignidade e a sabedoria faziam parte do seu dia a dia. E foi assim que seus filhos, conheceram a vida,na união,no respeito e na honestidade e por toda vida a liberdade.Porem sempre protegidos pelo paizão que sempre exigiu noticia.
    Aqueles que te admiraram como Oldemar Kramer funcionário publico, tinham em você um exemplo de capacidade e amor ao trabalho.
    Aqueles que conheceram Oldemar Kramer como radialista “o professor” viam você como um homem de voz forte , segura , com informações antigas ou recentes,a qualquer hora,você era uma enciclopédia um ícone na historia do radio paranaense.Você trabalhou “50 anos” 50 anos de rádio destruídos pela insaciável ganância de dirigentes mercenários de uma certa emissora,que morre junto com você meu pai.
    Para uma imensa comunidade você hoje e uma estrela que jamais perdera seu brilho. A fama que você conquistou e sua.
    Mas para nos filhos, ouvir sua voz sem precisar ligar o radio nos parecia tão normal, que nós o tínhamos apenas como “pai” o melhor pai do mundo. Aquele que nas horas tristes nos alegrava, nos desacertos nos orientava, sempre conselheiros,advogado e medico,você “pai”foi o nosso porto seguro.A voz que nos conduzia com alegria,era tão doce aos nosso ouvidos que nem percebíamos que você era um artista.Não precisávamos ligar o radio para ouvi-lo ,era só abrir o coração e você estava ali.Mas hoje não podemos sintonizá-lo, somente interpretá-lo.
    Sabemos que você queria comemorar seus 50 anos de radio, por isso você escolheu o Natal, e reuniu toda a família, irmãos, cunhados e sobrinhos, primos, amigos, empregados, vizinhos e simpatizantes.
    E nos silencio que ninguém conhecia você mostrou o quanto que o amor e a união são importantes, e que a vida tem que ser vivida com dignidade.
    E neste mesmo silencio você mostra que Deus ainda te ilumina e te leva a ceiar com Jesus. Isso nos da força , e nos consola.
    Agradecemos a Deus por ter nos dado você como PAI e que nos deixa como herança alem de seus princípios básicos, os aspectos físicos e morais como; a fisionomia e a semelhança para Siumara,a voz e o trabalho constante para Fernando,a inteligência,paciência e a coragem a Fabiano.
    A vontade de vencer e ser feliz ele deixou para
    Jackson ( genro) ,Priscila(neta) casada com Rubens,e seus bisnetos João Guilherme e Diogo,
    Fabiola (neta) casada com Luis Felipe , e sua bisneta Amanda
    Julio (neto) casado com Lilly,e sua bisneta Julia.
    Voica (nora), Oldemar Kramer Neto (neto) casado com Tamy (que espera seu primeiro filho,quinto bisneto )
    Daniele (nora), Luiz Gustavo (neto).
    E todo este time ele deixou para Lourdes, sua grande e fiel companheira.
    Pai tua historia não acaba aqui!
    Segura nas mãos de Deus e vai!

    Ouvidos ensurdecem no silêncio de tua voz, lagrimas tomam lugar as tuas brincadeiras. Na luz da escuridão da saudade.

    AGRADECEMOS A DEUS TODOS QUE TE AMARAM E TE RESPEITARAM. PERDOAMOS AQUELES QUE TE INVEJAVAM E TE MAGOAR
    Siumara , Fernando e Fabiano

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *