O Supremo e o Maranhão

Publicado em: 25/04/2009

Agora, os Sarney querem levar o governo do Maranhão, de novo, pela via do tapetão. Por Teodomiro Braga

É melhor acreditar que os efeitos do violento bate-boca entre o ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa e o presidente da Casa, Gilmar Mendes, tenham se encerrado na sessão de quinta-feira, sem deixar maiores sequelas no mais importante órgão da Justiça brasileira. Afinal, já bastam as sucessivas sessões de escândalos que o Congresso vem protagonizando há várias semanas e que jogaram sua imagem no fundo do poço. Além disso, caberá ao Supremo resolver uma importante querela nos próximos dias – se mantém ou não a decisão do Tribunal Superior Eleitoral que cassou o mandato do ex-governador do Maranhão, Jackson Lago, e deu o governo de bandeja para a senadora Roseana Sarney.

O Supremo tem amplo crédito, por conta de suas várias decisões históricas tomadas nos últimos anos, como o indiciamento de dezenas de pessoas no caso do mensalão. Certamente não permitirá que a influência da poderosa família Sarney, capitaneada pelo seu patriarca José Sarney, venha a pesar no julgamento do caso. O Brasil não merece e o Maranhão não aguenta voltar a ser um feudo da família Sarney.

A disputa entre Jackson Lago e Roseana Sarney lembra a briga entre o gigante Golias e o menino David. O David maranhense, Jackson Lago, é acusado de excesso de força na luta contra o Golias maranhense, encarnada neste episódio pela filha do patriarca, Roseana Sarney. É difícil imaginar como a campanha de Lago nas eleições de 2008 cometeu abuso do poder econômico e político num Estado onde o grupo Sarney domina com mãos de ferro, há cinco décadas, os setores econômicos, político e judiciário. Foi José Sarney, como presidente da República, entre 1985 e 1989, quem comandou a farra da distribuição de emissoras de rádio e televisão no Maranhão a seus parentes, amigos e aliados. São descaradamente pró-Sarney 90% das emissoras de televisão do Estado, se juntarmos as emissoras pertencentes à família do presidente do Senado com as emissoras controladas por seus aliados Arthur Lobão e Manoel Ribeiro. E o coitado do Jackson Lago foi cassado por abuso do poder econômico e político…

O processo contra Lago inclui testemunhas de eleitores de Imperatriz que confessaram ter vendido seus votos para o candidato do PDT. Um desses eleitores voltou atrás no testemunho, alegando que tinha sido forçado a depor contra Jackson Lago. Na verdade, Jackson Lago deveria ter chegado ao governo quatro anos antes, caso a eleição fosse para o segundo turno. No primeiro turno, o candidato da família Sarney, José Reinando, teve 48%, contra 42% de Lago, 5% do candidato do PT e 5% do candidato do PSB. No tapetão, os Sarney conseguiram anular os votos no candidato do PSB e o que era 48% virou 50% e não houve segundo turno.

Agora, os Sarney querem levar o governo do Maranhão, de novo, pela via do tapetão. O Supremo não pode deixar.

Teodomiro Braga escreve neste espaço aos sábados E-mail: [email protected]

1 responder
  1. Lusianne Porto says:

    Não há governante perfeito, aliás, ninguém é perfeito, mas o Dr. Jackson Lago foi o MELHOR GOVERNADOR QUE O MARANHÃO JA TEVE! Basta ver o quanto realizou em 2 anos mesmo com todas as forças contrárias. Ele resistiu as perseguições e fez muita coisa pelo Estado e por seu povo. Se um dia tiver oportunidade de falar-lhe pessoalmente, agradecerei por ele ter nos dado um pouco de dignidade, tratando o povo com respeito, construindo escolas, hospitais, melhorando salários, deixando o empresariado trabalhar, etc. Poderia ter feito mais não fosse a ganância e o despudor dos Sarney e seus capachos, gente preocupada apenas consigo mesma! O que o Sr, Jose Sarney fez pelo Brasil e pelo Maranhao em tanto tempo no poder? O povo cansou. Mesmo os mais humildes estão fartos das esmolas dos Sarneys, querem vida e trabalho dignos. Obrigada Dr. Jackson, sua vida, sua luta e exemplo de resistência nos inspira e nos move para, ao modo de cada um, fazer algo contra essa oligarquia perniciosa que escraviza nossa gente e nosso Estado. Deus o ilumine. O senhor fez muito em tão pouco tempo. Quem vive no interior sabe bem melhor o quanto sua passagem pelo governo do estado fez diferença. Nunca mais serão os mesmos, pois viram que é possível fazer diferente, basta querer.
    Vigiai Maranhão, o monstro está no poder de novo!

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *