O Tradicionalismo Gaúcho nas Ondas do Rádio

Publicado em: 02/02/2011

Luiz Carlos Silva*

Inteligente, carismático, um amante do rádio. Esses e outros adjetivos podem ser usados para falar de Homero Milton Franco ou carinhosamente conhecido como Mano Terra. Nascido em Ijuí, Rio Grande do Sul, em 1939, iniciou a carreira de radialista em 1957, em Três Passos, no Alto Uruguai, RS. Mano Terra, nos anos de 1992 a 1996, produziu e apresentou na extinta Rádio Barriga Verde FM (96.1 – hoje Band FM) de Florianópolis, o programa Raízes Nativas. O programa se destinava a trazer aos ouvintes a cultura gauchesca em textos e músicas nativistas produzidos por autores daquele Estado e pelo próprio Mano Terra. A proposta cultural do programa e a sua vinculação com a vida rural e campesina despertou numa imensa camada social, ex-rurais, uma verdadeira paixão pelos temas enfocados. Como o interior do Brasil (de onde vem o sertanejo – que se desvirtuou) forneceu para as capitais, caso de Florianópolis, por exemplo, uma legião de profissionais de nível médio e superior e comerciantes e industriais, esses eram exatamente os ouvintes do programa Raízes Nativas. “Eu recebia telefonemas de bancários, juízes, professores, médicos, motoristas profissionais, donas de casa, todos agradecendo o privilégio de acordarem e saírem para o trabalho em tão boa companhia cultural. Mesmo que tenha acabado e deixado saudades, acho que esse é o meu maior mérito”, cita Mano Terra. Vale a pena ressaltar que o programa Raízes Nativas tinha o maior índice de audiência da Barriga Verde FM de segunda a sexta-feira das seis às sete e meia da manhã. Infelizmente a emissora mudou o estilo de fazer rádio e o programa Raízes Nativas deixou de ser produzido deixando uma lacuna entre seus ouvintes, mas com certeza marcou para sempre a história do rádio em Florianópolis. Atualização: trecho do áudio do encontro de Luiz Carlos e Mano Terra.

* Licenciado em Língua Portuguesa, Língua Inglesa e respectivas literaturas e Literatura Africana. É professor de língua estrangeira no Colégio Educar e na Academia Washington ambos em Biguaçu. Apaixonado pela música e pelo rádio trabalha como sonoplasta e DJ desde os 15 anos de idade.

5 respostas
  1. Cesário Simões says:

    Sou Santista, da ilha de São Vicente de Martim Afonso de Souza… Tomo chimarrão todas as manhãs, bem cedo… Ouvia o programa do Mano Terra com minha esposa, tomando chimarrão… Saudades! Queria ouvir de novo as músicas que tocavam…

  2. Cesário Simões says:

    Os excelentes programas “Raízes Nativas do Mano Terra” não foram gravados? Não existem gravações?

  3. Antunes Severo says:

    Olá Cesário,
    existem gravações do programa apresentado em emissoras locais (Grande Florianópolis) e já tratamos da publicação no Caros Ouvintes.
    É nossa intenção estrear o programa no primeiro trimestre de 2013 na aversão atualizada do portal.
    Grato pelo interesse e pelo contato.

  4. Homero Gastaldi Buzzi says:

    Com o ‘chará’ participamos de uma série de recuniões de treinamento com os assessores de Imprensa das Cooperativas por todo o Estado. Satisfação sabê-lo aqui depois de algum tempo.

  5. Juliano says:

    Onde encontro as gravações do Programa Raízes Nativas? Era ouvinte nos anos 90.

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *