O voo do Ganso

Publicado em: 28/08/2010

A jogada não parecia ter maiores conseqüências, quando Paulo Henrique começou a pular num pé só… Mas, conhecendo-o, controlado e consciente, os santistas perceberam que a expressão de seu rosto demonstrava algo mais grave do que parecia.A contusão não foi como a de Maikon Leite ou a de Ronaldo, visualmente dramáticas. Até nisso o Ganso é sutil! Mas a sentença médica o foi: lesão no joelho e vários meses fora de campo! Calma, Paulo Henrique! E isso você tem de sobra, apesar da pouca idade. Jogadores e, principalmente, seres humanos como você dão a volta por cima com um pé nas costas. No seu caso, então, o tempo vai passar voando: voo de Ganso! E olha que os gansos voam longe e rápido, cara!

Não tem Copa do Mundo, nem Panamericano, nem Olimpíadas nos próximos seis meses! E dá tempo de voltar para a Libertadores.
O técnico da seleção e todos os que viram você jogar sabem que você tem potencial para voltar melhor ainda, para ser o maestro do Santos FC e do time brasileiro.

Na final do Campeonato Paulista, você falou: “Eu fico!”. Agora, é hora de dizer: “Eu volto! Me aguardem…”, para encantar a todos com seu futebol refinado, misto de Ailton Lira, Pita, Falcão, Gerson, Giovanni e Mário Sérgio. Eta mistura porreta, sô!

Todos estão torcendo por você: até corintianos, meu!

E viu o que os seus companheiros fizeram contra o Grêmio, logo depois que você saiu? Foram buscar uma vitória para você, como se dissessem: “Te cuida, cara, que a gente vai segurar a onda por aqui!”.

O Marquinhos e o Alan Patrick estão aí para provar que ninguém é insubstituível, mas todos sabem que você é único, uma daquelas jóias que o acaso vez por outra faz aparecer na lavra dos campos de futebol do mundo, mais na Vila Belmiro do que em outros, porque aqui a gente é especialista nesse tipo de garimpo!
Sabe por que seu projeto de carreira não vai parar? Porque você já é uma realidade e não vai ser essa contusão que vai mudar o seu destino: só vai adiar um pouco.

Não serão seis meses, pois sua compleição física, foco, aplicação e consciência profissional com certeza farão seu quadro evoluir rapidamente. Mas é preciso ter calma para não precipitar as coisas!

O Santos terá que buscar soluções e o time já está bastante amadurecido para encontrá-las. Em parte, sua ausência ajudará o grupo a amadurecer, pois você será uma inspiração importante para que ele reencontre um futebol que deu uma sumida das quatro linhas, nos últimos jogos.

Espero que Neymar & Cia. dediquem muitas vitórias e importantes vitórias a você, quem sabe mais um título, até o seu voo de volta por cima. Só não deixa o Zé “Love” encher muito a sua paciência, pois você não pode nem pensar em “dar uma corrida” nele, nesse meio tempo…

É isso aí: faça de conta que esse período é um meio tempo de jogo, em que a gente sai atrás no placar, para voltar e ganhar de virada, de lavada, com gol de placa e tudo o mais que você tem direito!

Vamos cobrar isso de você, hein?

Agora, cabeça fria – o que você tem de sobra! – e bola pra frente, mas sem chutar, ainda!

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *