Ondas enfraquecidas: cinco ângulos de uma realidade cansada **

Publicado em: 31/01/2013

Por que agências e anunciantes não se esforçam em veicular no rádio peças específicas e mais criativas? Meio & Mensagem consultou alguns profissionais de diferentes segmentos para apontar caminhos para estabelecer conexões mais criativas com o público radiofônico.

Produtora

Zanna Lopes Sócia da Zanna Sound

“Da mesma forma que os microfones têm a mesma engenharia desde sua invenção nos anos 1930, os profissionais de comunicação não mudaram suas formas de tratar a audiência do rádio. Entretanto, ao contrário dos ouvintes da época, hoje, não damos mais atenção exclusiva a nada e somos muito menos disponíveis.
Atualmente, o rádio ocupa um novo lugar no dia a dia das pessoas, coexiste no tempo morto nos meios de transporte, no caos das cidades que só tende a aumentar, fazendo com que a gente ouça cada vez mais esta mídia. É preciso que alguém se habilite e consiga tirar o rádio do exilio e o transforme numa mídia integradora, que possa dar novo significado e, quem sabe, até humanizar a experiência de estar no trânsito. Em 2010, a DM9DDB lançou uma campanha para Brastemp que convidava a quem estivesse ouvindo naquele momento a dar um sorriso para o motorista do carro ao lado. Simples, porém significativo, integrador e relevante. Podemos fazer nós mesmos o inusitado acontecer!”

** A matéria foi originalmente publicada na edição de meio&mensagem de 21/01/2013. Além do texto da repórter Beatriz Lorente que publicamos no dia 28/01, você poderá ler os depoimentos de Fernando di Genio, João Livi, Zenna Lopes e Fernando Julianelli nos próximos dias 30 e 31 de janeiro e 01 e 02 de fevereiro, aqui no Caros Ouvintes. (Colaborou Mazzuco Júnior)

Leia mais: http://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/em_perspectiva/2013/01/22/Ondas-enfraquecidas.html#ixzz2JJbeEa6l

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *