Oração do radialista

Publicado em: 07/11/2012

“Senhor, faça deste microfone um condutor da verdade. Mantenha-me firme e sereno para equilibrar o meu senso de justiça. Direcione o meu conhecimento para produzir faíscas de esperança. Não permita que me perca pelos caminhos distantes da razão. Jamais deixe algum sentimento distorcer a essência do que precisa ser dito.

Senhor, ilumine as minhas palavras para que elas carreguem alento. Conceda-me sabedoria para falar e bastante paciência para saber ouvir. Inspira-me com bons pensamentos e que eu defenda apenas o que acredito.

Senhor, mantenha-me seguro todos os dias na sinuosa pista da humildade. Que a minha voz se faça ouvir sem frieza nem sensacionalismo. Livra-me da arrogância, do medo, da vaidade e da indiferença. Evite que usem indevidamente a minha voz para prejudicar alguém. Faça de mim porta-voz da cidadania, da credibilidade e da isenção.

Senhor, impeça que eu induza a pré-julgamentos ou a condenações. Corrija o meu excesso de individualidade e me torne mais flexível. Dá-me firmeza para eu não escorregar nas armadilhas da palavra.

Senhor, proteja minhas cordas vocais, ferramenta do meu ganha-pão. Proteja, Senhor, a todos os meus ouvintes, razão do meu trabalho.”

(Texto de autoria do radialista Léo Saballa, destacado profissional do rádio em Joinville-SC, e publicado em 2005 no site www.carosouvintes.org.br por iniciativa do multimídia Antunes Severo, sócio fundador da Associação Catarinense de Imprensa – Casa do Jornalista em 1968).

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *