Os 30 anos do Gaúcha Hoje

Publicado em: 13/04/2008

Nas últimas semanas, na volta dos comerciais o Gaúcha Hoje, programa transmitidos das 5h30 às 8h, de segunda a sábado, passou a veicular uma pequena vinheta marcando os 30 anos do programa. Mais do que isto, a Rádio Gaúcha AM, de Porto Alegre, comemora estas três décadas na fase mais jornalística desta faixa horária. Por Luiz Artur Ferraretto 

Com Antônio Carlos Macedo à frente do Gaúcha Hoje, a emissora da Rede Brasil Sul ganhou um início de manhã mais em sintonia com as necessidades do ouvinte. Desde dezembro de 2002, o apresentador abre muito espaço para a reportagem e para a redação, sem se esquecer de dar acesso ao público por e-mail, ligações telefônicas ou mensagens de texto.
São quase seis anos desta fase de jornalismo intenso que sucede a de Rogério Mendelski, de 1987 a 2002, calcada na opinião e na polêmica, e a de Claudio Monteiro, de 1978 a 1986, em que predominava o entretenimento ao estilo dos programas mais populares. Pode-se dizer, então, que Macedo marca esta terceira etapa, trazendo para o programa a experiência do bem-sucedido repórter esportivo que, noutra atração, o Plantão Gaúcha, havia transformado o fim de noite da emissora. Soube, então, compreender a necessidade de, naquele horário, apresentar um balanço do dia, projetando as notícias da manhã seguinte e indo além do noticiário concentrado apenas no esporte. Ali, já aparecia uma marca, a da mistura de conteúdos. Assumindo o Chamada Geral, radiojornal em duas edições, às 11 e às 17h, ampliaria uma outra prática já ensaiada no Plantão, a de abrir amplos espaços para o ouvinte.
Usando os recursos da internet, da telefonia celular, da TV por assinatura, o Gaúcha Hoje é um produto do seu tempo. Do seu tempo e de uma equipe de profissionais. Ao lado de Macedo, por exemplo, está Daniel Scola, jovem jornalista e professor universitário, repartindo o microfone e as informações, dando uma idéia ainda mais forte de diálogo imaginário, de bate-papo, entre os dois, entre eles e os repórteres, entre eles e os comentaristas e, principalmente, deles com o ouvinte. E dá-lhe repórter no ar, boletins de trânsito, meteorologia, entrevistas, participações as mais diversas, serviço com noticiário, trilhas no fundo e um tantinho de música, enfim, uma mistura danada. Danada de boa, diriam, com certeza, os ouvintes que dão ao programa a liderança no segmento de radiojornalismo, ali nas primeiras horas da manhã.


Equipe do Gaúcha Hoje (2007)


{moscomment}

1 responder
  1. Leandro Gomes Silva says:

    GOSTO MUITO DE ESCUTAR O GAUCHA HOJE, O PROGRAMA ME ACOMPANHA A MUITOS ANOS E EM SITUAÇÕES INVERSAS NA MINHA VIDA PROFISSIONAL, ANTES ESCUTAVA QUANDO TRABALHAVA A NOITE,ENTÃO POUCO ANTES DO TÉRMINO DA MINHA JORNADA LÁ ESTAVA EU COM OS FONES DE OUVIDO VIAJANDO DE GRAVATAI A POA A CAMINHO DE CASA, AGORA AO CONTRARIO A ROTA E O HORARIO SEMELHANTE ESTOU SEMPRE LIGADO E COMO FOI COMENTADO É UMA MISTURA AGRADAVEL ENTRE JORNALISMO, ESPORTE, METEOROLOGIA … ALÍ SURGE MUITOS ASSUNTOS PARA SE DISCUTIR DURANTE O DIA E MUITA INFORMAÇÃO QUE NOS LEVA A ACESSAR OUTROS CANAIS DO CLIC RBS PARA NOS INTERARMOS .
    ESPERO CONTAR COM O GAUCHA HOJE POR MUITOS E MUITOS ANOS . PARABENS MACEDO E EQUIPE .

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *