Osman de Oliveira entrevista Luiz Jatobá

Publicado em: 12/10/2011

Entre as muitas revelações de novos talentos que surgiram na Rádio Marumby, estava Osman de Oliveira. Começou em 1950 e foi um dos primeiros comentaristas de política. Acompanhava as sessões na Assembleia Legislativa do Paraná, gravava os discursos dos parlamentares e apresentava com seus comentários. Trouxe para o rádio uma boa experiência adquirida no jornal Diário da Tarde. Como repórter se destacou não só pelo registro dos fatos, mas também, como comentarista do cotidiano.

Foi processado por difamação ao noticiar uma desavença entre dois oficiais superiores da Policia Militar. Um deles o ameaçou de morte. Foi seduzido pelo microfone da Rádio Marumby e deixou a labuta diária no jornal. Atuou na Rádio Tingui, ao lado de Garcia Redondo num jornal que era transmitido ás 12 horas. Como bom repórter foi fazer a cobertura da inauguração do Jóquei Clube do Paraná em que entrevistava os convidados para o evento. De microfone em punho falava com os presentes, mesmo aqueles que não conhecia, pedindo comentários sobre o acontecimento. Entrevistou animadamente um convidado desconhecido com excelente padrão de voz. Em certo momento, o locutor que estava no estúdio interferiu.

– Osman, esse cidadão que você entrevistou tem uma voz belíssima. O nosso diretor Homero Camargo de Oliveira está sugerindo que você o convide para um teste para locutor aqui nos nossos estúdios.

Osman de Oliveira transmitiu o recado ao entrevistado e perguntou seu nome.

– Luiz Jatobá.

Tratava-se de um dos maiores locutores da história do rádio brasileiro, um apaixonado por corridas de cavalos. Ficaram amigos.

O repórter Osman de Oliveira teve seu grande momento como profissional do rádio, com o programa “Tribuna Volante” que apresentava junto com o Grande Jornal da Rádio Cultura do Paraná. Saia ás ruas com um enorme gravador colhendo opiniões da população sobre problemas da cidade. Era temido pelos administradores públicos. Corajoso e muito determinado era incansável na busca do esclarecimento quando surgiam dúvidas sobre ações e comportamento de homens públicos.

(do livro Sintonia Fina – JamurJr)

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *