Papo Livre 16

Publicado em: 24/08/2008

Hoje eu vou contar pra vocês mais alguns apelidos de famosos radialistas dos velhos tempos, da chamada era de ouro do nosso Rádio. Encontrei em meus velhos guardados recortes do jornal Gazeta do Povo da década de 60, quando eu escrevia a coluna “RÁDIO & TV”.Vamos aos apelidos:

Mário Vendramel ´- “Boca Rica” (tinha uma prótese dentária de ouro que depois retirou por achar anacrônica), “Mazzaroppi” (tinha o jeitão desse comediante do qual imitava o andar), “Nariz de Fumar na Chuva” (em função do elevado apêndice nasal) e “Costeleta de Babado”.
O Vendramel era um grande e inspirado criador de apelidos. Certamente recebia o troco e em decorrência teve muitas alcunhas.
Sérgio Fraga – “Jamanta”, “Engradado de Girafa” e “Sabonetão” (por causa da sua elevada estatura)
William Sade – “Cilibin”
Mauro de Alencar – “Testa Panorâmica”
Willy Gonser – “Bardhal” e “Bebê Johnson”
Vinícius Coelho – “Vermelho”
Dermeval Costa – “Pestana de Boneca” e “Limpa Trilho” (tinha cílios exageradamente grandes)
Jamur Júnior – “Beduíno” e “Braço Fixo”
Ricardo Filho – “Quincas” e “Tartaruguinha”
Franck de Hollanda – “Rei do Café” e “Sargentelli”
Moacir Amaral – “Matusalém” e “Igreja da Ordem” (era um dos mais velhos da turma)
Luiz Tavares – “Pintor de Rodapé” e “Leão de chácara de Baile Infantil” (pela sua pequena estatura)
Altamiro Bevilacqua – “Nariz de Quebra-gelos” (por causa do nariz grande) e “Durmo Aqui Mesmo” (por estar sempre sonolento).

Na seção de “Gafes e Fatos Cômicos” do site www.ulustosa.com, nas Partes 12 e 19, vocês encontram todos esses apelidos de nossos radialistas.

Esse nosso papo livre é reproduzido no excelente site www.carosouvintes.org.br do veterano radialista meu amigo Antunes Severo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *