Plantas e firulas

Publicado em: 13/01/2011

Paulo Clóvis

Sempre suspeitei que as plantas têm mais sensibilidade do que nossa ignorância atribui a elas. Agora, descobri que os seres do mundo vegetal contam com formas primitivas de memória, raciocínio e aprendizado. Para quem não consegue matar um formigão, a revelação doeu um pouco. Será difícil, de agora em diante, podar aquela goiabeira que insiste em soltar galhos para todos os lados… Também li que dom João 6º, o rei bonachão e covarde que fugiu para o Brasil quando se viu acossado por Napoleão Bonaparte, chegou a morar em Vila Viçosa, no Alentejo, onde fui roubado certa vez, após visitar um castelo e o túmulo de Florbela Espanca. O monarca voltou para Lisboa, onde a mulher Carlota Joaquina tramava assumir o trono, e eu corri para Évora, ali perto, para comprar cuecas e pasta de dente até decidir o que fazer da vida.

Mo Ibrahim, britânico de origem sudanesa que se tornou um magnata das telecomunicações, oferece US$ 5 milhões ao presidente de país africano que atravessar o mandato sem roubar ou armar um golpe de Estado. Ex-governantes de Botswana e Moçambique já levaram a bolada. Será que alguém por aqui teria chance de repetir o feito?

“Jovem tenta subornar policial”, dizia a manchete da página de Segurança. Filhinho de papai do Mato Grosso do Sul, ele foi parado porque dirigia embriagado, e ali mesmo tentou comprar a soltura por R$ 1 mil. Duas páginas antes, o título da matéria era “Campo estabelece novo recorde”. Tempos atrás, ainda acreditava que uma grande safra de grãos reduziria a fome no país, pela razão matemática de que haveria mais para dividir. Hoje, vacinado, temo que uma colheita generosa vai engendrar mais filhos de papai para aprontar, com suas caminhonetes, em nossas rodovias e nas estradinhas do interior da Ilha.

Dizem que a novela está tão ruim que até Ronaldinho Gaúcho, de quem já inventaram um filho, dá mais Ibope. Mas vamos supor que ele tenha mesmo feito um filho, que belo exemplo está dando a ele! E o pior são as colunas, os comentaristas deslumbrados, os sujeitos que ele, craque de tiro curto, está enganando desde o Natal. Aliás, Gaúcho sempre foi mais de firulas do que de bola. O problema é que todos precisamos de heróis, de preferência sem caráter…

Hoje começa mais uma temporada de excrescências na TV, em horário nobre. A nº. 1 está se segurando na classe C para estancar a sangria na audiência. Por conta disso, com todo respeito à classe C, a programação vai piorar ainda mais daqui para frente.

Coluna semanal publicada no jornalo Notícias do Dia de Florianópolis, SC

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *