Pós-Graduação em Jornalismo da UFSC participa de pesquisa internacional sobre Covid-19

Publicado em: 06/07/2020

O Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (PPGJOR) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) participará do projeto internacional de pesquisa Análise e monitoramento automático do papel do jornalismo e das mídias em suas diferentes plataformas durante as fases da crise sanitária provocada pela Covid-19 em nove países das Américas, da Ásia e da Europa.

O objetivo do estudo é conceber e implementar estratégias para análise e monitoramento dos ciclos de atenção da mídia concedidos pelas plataformas tradicionais e redes sociais durante a cobertura da pandemia e sua relação com o papel do jornalismo na comunicação de crises de saúde.

Coordenado pela professora da PUC Valparaíso (Chile) Claudia Mellado Ruiz, o projeto será realizado no Brasil pela equipe que já coopera com Claudia na pesquisa comparativa internacional Journalistic Role Performance. Pelo PPGJOR, participam o professor Jacques Mick, as estudantes de doutorado Andressa Kikuti Dancosky, Lynara Ojeda e Tatiane Queiroz e a mestranda Olga Lopes. Atuam também na equipe brasileira a jornalista Natália Paris e doutoranda em Sociologia pela UFSC Raíssa Turci.

O projeto será financiado pela Agencia Nacional de Investigación y Desarollo, do Chile, e terá a participação de pesquisadores reconhecidos internacionalmente como Daniel Hallin, nos Estados Unidos, Cornelia Mothes, na Alemanha, e Mireya Márquez, no México. Além dos países já mencionados, participarão do estudo investigadores da Coréia do Sul, Espanha, Reino Unido e Japão.

O projeto vai comparar a relação entre o papel da mídia tradicional e das redes sociais durante a cobertura da Covid-19, os ciclos de atenção da mídia gerados em diferentes contextos geográficos e o impacto das medidas adotadas pelos diferentes setores da sociedade para enfrentar o problema. Além disso, a iniciativa pretende planejar e implementar uma estratégia para análise e monitoramento automáticos dos quadros e papeis de informação presentes nos diferentes ciclos de atenção da mídia gerados durante a cobertura do enfrentamento ao novo coronavírus, que permitam estimar conseqüências políticas, econômicas, de saúde, sociais e culturais desta e de outras pandemias.

A duração da pesquisa é estimada em um ano e o projeto permitirá intercâmbio de pesquisadores entre as instituições envolvidas.

(UFSC, 03/07/2020)

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *