Presente de Aniversário

Publicado em: 20/06/2004

O seu convite foi o “algo mais” que eu não esperava. Obrigado, amigo. Ao trabalho, pois!Companheiro Ricardo: a saudação tem duplo sentido mesmo.
Ricardo, bom amigo, agora também companheiro. Pois vamos à luta.
 
Ontem foi dia de festa aqui em casa. A família resolveu “aprontar” e convidou alguns amigos para cantar parabéns pra mim. Motivo? Antunes Severo, 71 anos de Planeta Terra. Recebi uma porção de presentes. Todos traduzindo um grande sentido de amor e afeto. No final da tarde, pensei comigo: “poxa que dia maravilhoso” e fiz uma prece de reconhecimento. Mal sabia que as surpresas não tinham acabado. O seu convite foi o “algo mais” que eu não esperava. Obrigado, amigo. Ao trabalho, pois!
 
Também acredito que temos condições de produzir algo relevante para a nossa cultura e contribuir para história da radiodifusão em Santa Catarina, além de manifestar o nosso reconhecimento pela acolhida que sempre tivemos.
 
Uma curiosidade: semana passada iniciei o levantamento de alguns documentos sobre as emissoras locais. Olha estes detalhes de um contrato social de 15 de fevereiro de 1943, em cartório na cidade de Porto Alegre e que termina assim: “E por terem assim (…) com as firmas reconhecidas (vai) a arquivamento na MERITÍSSIMA JUNTA COMERCIAL do Estado de Santa Catarina”. É o contrato de constituição da EMPRESA DE PROPAGANDA “GUARUJÁ” LIMITADA concessionária do serviço de alto-falantes Central de Florianópolis, de Ivo Serrão Vieira e mais dois sócios.
 
Nessa pesquisa feita na Junta Comercial encontrei os documentos que deram origem à constituição da firma comercial que deu origem a Rádio Diário da Manhã. São sócios fundadores HERCÍLIA LUZ, do comércio; PAULO KONTER BORHAUSEN, estudante; EDUARDO SANTOS LINS, estudante; ACARY SILVA, bancário e ANTÔNIO CARLOS KONDER REIS, jornalista”.
Ainda na seção de perguntas: Você sabe a quem pertencia a estação de ondas curtas de 31 metros da Rádio Diário da Manhã? À família Sirotsky, então proprietária da Rádio Gaúcha de Porto Alegre. A Gaúcha, ainda não sei porquê, perdeu a concessão e o Chiquito Mascarenhas trouxe-a para cá. E você sabe onde foi parar essa emissora? Hoje ela se chama Marumby, é do paranaense Mateus Hienzen e continua instalada e funcionando ali nas fraldas do  morro do Antão (hoje chamado morro da TV). Aliás, também funciona ali a estação de 25 metros da Marumby e o técnico que dá manutenção às emissoras é o Lourival Bruno, o mesmo que instalou a Rádio Diário da Manhã, no final de 1954.
 
Ricardo, que tal você traçar um plano de ação para o trabalho? Além de naturalmente desorganizado e indisciplinado, sou neófito na questão. Acredito, porém, que o momento é muito favorável. Como fatos históricos, a radiodifusão está completando 60 anos em Florianópolis e a Ave Maria das 18 horas, ainda hoje transmitido na Guarujá é o mesmo programa iniciado pelo Ivo Serrão Vieira no alto-falante da praça XV.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *