AguardoPROFESSOR DE RÁDIO NÃO CORRE RISCO DE ATAQUE CARDÍACO

Publicado em: 11/12/2006

No curto período de tempo em que me encontro na Faculdade Estácio de Sá de Santa Catarina, tive a felicidade de trabalhar com pessoas de fina sensibilidade. Duas delas se chamam Fernanda Marinho e Michelle Corazza.
Por Ricardo Medeiros

Ao aceitar ser orientador da dupla não corri perigo algum: o de ter um ataque de nervos ou ataque cardíaco. Fernanda e Michelle foram até apelidadas de “as fatais”, pois matavam instantaneamente todas as tarefas pedidas por mim. Matavam no bom sentido. Elas cumpriam tudo o que era combinado entre orientador e orientadas.
Com dedicação, as alunas desenvolveram um trabalho de conclusão de curso em rádio exemplar sobre o rock nacional, intitulado “RockBras 80”. Certamente servirá como um documento para futuras pesquisas sobre este movimento musical. A emissão radiofônica demonstra um grande mergulho no tema, bem como uma harmonia entre texto, trilhas e depoimentos. As acadêmicas não mediram esforços para ter uma rica visão do assunto entrevistando expoentes do rock brasileiro.
Michele e Fernanda, o mundo do rádio está precisando de gente como vocês: gente competente.


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *