Que horas são?

Publicado em: 29/01/2009

Não sei se eu sou chato demais. Porém, alguns erros em relação à escrita e à verbalização oral “das horas” me atingem profundamente. Volta e meia, vejo alunos universitários e até professores escrevendo as horas da seguinte forma: 17:30h. O correto é 17h30 ou 17h30min. Poderíamos poupar a língua portuguesa de mais este homicídio.

E o que dizer daqueles locutores de rádio, com voz de “veludo”, que pronunciam: “agora na Capital são 17 e 30 horas”. Dói muito ouvir isto.

Não custa nada (ou custa?) fazer uma pausa antes de escrever um aviso sobre o horário de determinada reunião ou algo do gênero, que posteriormente será observado por muitas pessoas. Se você está em dúvida, pergunte a alguém ou pesquise. Diga não ao comodismo. Lembre-se que o seu nome está em jogo.

Quanto à pronúncia de horários no rádio, nobre locutor, você vai riscar do seu dicionário particular a expressão “17 e 30 horas”. Em seguida, pense como é que as pessoas informam normalmente as horas para outro alguém. Ninguém fala: são 17 horas. A gente diz: são 5 horas. É assim que devemos falar também no rádio. E se o relógio estiver marcando 17h30, você tem duas opções. Diga: agora são 5 horas e 30 minutos ou são 5 e meia.

Eu fico por aqui. Até mais.

2 respostas
  1. J.B.Telles says:

    Meu caro Ricardo,
    Não podemos nos esquecer de outra agressão, especialmente aos nossos ouvidos: “São 8 horas e 10 minutinhos…” Aí, só mudando de rádio.

  2. J.Pimentel says:

    Trabalhei em Angola, na Emissora Nacional e os locutores todos insistiam em dizer: zero horas e tantos minutos… Não consegui demovê-los. Diziam que já se tornara habito, tradição, etc.rs

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *