Rádio e jingle: a eficiência em Florianópolis

Publicado em: 07/02/2006

Sabryne Armani, 22, é uma a mais, pelo menos por enquanto, entre os milhares de estudantes que no final de 2005 concluíram um curso de comunicação social. Sabryne, porém, desponta com alguns indicativos de que logo estará fazendo carreira solo.
Por Antunes Severo

Graduada em Comunicação Social – habilitação em Publicidade e Propaganda no campus Pedra Branca – Unisul, Sabryne é mais uma profissional desempregada. Desempregada, mas com algumas habilitações que há algum tempo vêm engordando o currículo: cursos de Introdução à Informática, Informática, Sistema Operacional Windows, Processador de Textos Word e Planilha Excel. Participou do 15º Festival Mundial de Publicidade de Gramado, tem 40 músicas compostas e fez sua primeira Carteira Profissional e mantém uma idéia firme na cabeça: “Vou ser produtora musical”.
– E pra chegar lá o que você vai fazer agora?
– Vou tirar uns dias para visitar os parentes em Curitiba, fazer uns exames e no início de janeiro volto com carga total.
– E depois, vou estudar para fazer música na Udesc e quero fazer uns estágios. Por falar nisso, na primeira semana de fevereiro começo estagiando na TVI. Não é bem o meu foco, mas quero ver por dentro uma produtora trabalhando.
Pois desde o último dia seis deste fevereiro ensolarado e quente, esta lá – com todos os seus sentidos ligados – o mais recente projeto de produtora que eu conheço.

Por falar em conhecer, vale destacar a correspondência que trocamos pela internet desde o primeiro contato em 22/9/05.
Oi Antunes. Sou estudante de publicidade e propaganda da UNISUL e estou me formando no final do ano. O motivo de estar entrando em contato é a minha monografia com o tema PUBLICIDADE NO RÁDIO: O PODER DE PERSUASÃO DOS JINGLES VEICULADOS NAS RÁDIOS DE FLORIANÓPOLIS. Por indicação da Lígia Zucoloto (minha orientadora) e da Beth Goedich gostaria de conversar com você sobre o rádio, mais precisamente sobre o jingle no rádio para ter sua opinião na minha monografia. No aguardo de uma resposta! Att. Sabryne Armani.
Pelo texto enxuto e direto senti que se tratava de alguém que sabe o que quer. Coloquei-me à disposição e dia 28 vem outro e-mail:
Oi Antunes. Só vi seu e-mail agora, mas de qualquer forma neste horário estava na Propague conversando com o Fernando Palermo e consegui mais um CD de jingles com ele. A respeito dos outros contatos, por enquanto está assim: o Pedro Leite retorna na quinta-feira e meu co-orientador disse que fará o contato; em relação a Prime falei com o Verdi e ele pediu para ligar na segunda para marcarmos o bate papo. Mas qualquer informação é válida pra mim. Gostaria de saber suas idéias e também falar a respeito do seu livro, o Fernando na Propague indicou ele. Fico muito grata por sua ajuda. Obrigada! Sabryne.
Daí pra frente acompanho o trabalho da Sabryne e só não fui assistir a apresentação do TCC à banca em função de compromissos profissionais. Hoje estou cumprindo mais uma parte do compromisso. Aqui está o roteiro de apresentação do TCC feito à banca do curso de Comunicação Social da Unisul. Também estamos incluindo o texto completo do TCC na seção Universidade que você encontra na capa do site.
Links Relacionados
:: Apresentação em em Power Point (PPS)
:: Currículo (PDF)
Em tempo: a partir da próxima semana vamos disponibilizar os áudios que fazem parte do trabalho.


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *