Sexta-feira Santa

Publicado em: 22/03/2008

Costumo escrever sobre rádio e tevê, mas neste momento 10 da noite, sexta-feira Santa, fechado no meu escritório ouço a chuva cair sobre o telhado. Aqui tem chovido todos os dias nas últimas semanas (uma benção de DEUS para a cidade de Curitiba onde o trânsito está caótico e a poluição aumenta cada dia).
Por Edemar Annuseck

E de manhã as folhas das árvores neste início de outono cobrem as calçadas das ruas do meu bairro onde faço minhas caminhadas (o Antunes deve estar pensando, esse cara está querendo dar uma de poeta, será que ele mudou de profissão). Nada disso, estou tentando juntar as idéias porque agora como blogueiro tenho acessado o mundo. Pensei, pensei e achei o tema. “Páscoa”. Ela me faz lembrar a infância lá na Rua dois de Setembro, 2673 no bairro de Itoupava Norte em Blumenau.
Eu e meu irmão Valdir participávamos de uma verdadeira Caça ao Tesouro. Meus pais e tios (que eram vizinhos) colocavam coelhinhos, ovos de chocolate e ovos de galinha recheados de balas e amendoins, escondidos entre as flores e arbustos dos jardins. Até por não ter mais filhos pequenos não faço idéia se ainda funciona assim.
Merchandising
Chamaram-me a atenção na semana Santa os comerciais que ouvi no rádio e os que ví na tevê. E confesso que fiquei encucado. “Financie os ovos de Páscoa em até 12 vezes”. Ué, mas em 12 vezes a gente financiava carros, eletrodomésticos, etc. Agora carros e eletrodomésticos são financiados em até 72 meses.
É mole, mas sobe como diz o José Simão. Já tinha visto em outros anos financiamento de ovos de Páscoa em até 3 vezes, e fiquei assustado com a situação. O povo estaria sem dinheiro. Mas em 12 vezes confesso que não havia visto ainda. Resolvi fazer a prova dos nove (essa também é de antanho, não professor José Alberto de Souza), e comprovei.
Passei num hipermercado aqui em Curitiba e presenciei uma verdadeira Corrida Maluca, não de Hanna Barbera, e claro sem a presença de Dick Vigarista, Penélope Charmosa, Peter Perfeito, Rufus Lenhador, Dentes de Serra, Sargento Bombada, Carro da Quadrilha da Morte. Ví carrinhos lotados de ovos e coelhinhos, e tudo mais que se vende nessas datas festivas. Gente atropelando gente, ovos amassados, coelhinhos sem orelhas, uma verdadeira loucura.
Fundamentais
Isso mostra a importância dos meios de comunicação – rádio e tevê. Ou você acha que se venderia tanto sem a publicidade? Ou você acha que se vai ao teatro, show e estádios de futebol sem que aja um chamamento, uma divulgação? É claro que não. Parabéns as agências de publicidade responsáveis pela criação dessas mídias fantásticas que trazem um retorno extraordinário as empresas.
Feliz Páscoa
E como estou bem light hoje deixando de lado as coisas tétricas que tenho visto na tevê e ouvido no rádio, uma Feliz Páscoa a todos que acessam os Caros Ouvintes.
Aí o Ricardo Medeiros, Bacharel em Comunicação Social, Doutor em Rádio deve estar se perguntando. “Mas, Páscoa é só isso”. Não meu caro Ricardo, e você mais do que ninguém sabe que  Páscoa é a Ressurreição de Jesus Cristo que deu sua vida por nós. Mas, isso no mundo globalizado de hoje virou mero acessório. Ou estaria o colunista exagerando. Clique aqui e veja uma linda mensagem sobre o verdadeiro significado da Páscoa.
Feliz Páscoa e uma semana abençoada por DEUS.

Visite: www.edemarannuseck.blogspot.com


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *