SOM X IMAGEM II

Publicado em: 07/05/2007

O som é ar, a imagem condicionada. O som vaga, a imagem vaga-lume. O som não tem papas na língua, a imagem fala por si só. O som é locutor, a imagem apresentador.
Por Fernando Góes

O som é “um minuto de silêncio”, a imagem “muitos minutos em silêncio”.
O som enche a boca, a imagem enche os olhos.
O som gagueja, a imagem treme.
O som tira o sono, a imagem dá sono.
O som é MP3, a imagem MP4.
O som é voz, a imagem vez; a da vez.
O som é grave, a imagem é contraste.
O som é agudo, a imagem aguda.
O som é uma nota (musical), a imagem se nota.
O som é emissão, a imagem imersão.
O som é cera, a imagem remela.
O som é crocante, a imagem é chocante.
O som é calo (das cordas vocais), a imagem cala.
O som é cotonete, a imagem colírio.
O som é mágico, a imagem olho mágico.
O som é respiração, a imagem inspiração.
Som e imagem se completam em um só lugar: no coração.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *