SOM X IMAGEM

Publicado em: 02/04/2007

O som faz fugir. A imagem é preguiça, não tem para onde fugir. O som tem início, meio e fim. A imagem é pra sempre, cansa.
Por Fernando Góes

O som é auto falante, a imagem silêncio.
O som é 360º. A imagem 180º.
O som é curva, a imagem reta.
O som é nu, a imagem crua.
O som está no ar, imagem sai do ar.
O som é estéreo, a imagem mono.
O som faz eco, a imagem é oca.
O som é exótico, a imagem é igual.
O som não tem cor, a imagem é arco-íris.
O som é mute, a imagem zapping.
O som perambula, a imagem tremula.
O som se esconde no ouvido, a imagem se descobre no olho.
O som se desfaz, a imagem se faz.
O som não tem volta, a imagem é REW.
O som é taipe, a imagem vídeo taipe.
 O som é trilha, a imagem grua.
O som é um faz de conta, a imagem faz e conta.
O som é show, a imagem slow.
O som não se vê, a imagem é fantasma que se vê.
Som e imagem se completam em um só lugar: no coração.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *