Tablet ou smartphone?

Publicado em: 21/11/2012

Rádio Cbn Brasil | MUNDO DIGITAL, com Ethevaldo Siqueira

Milton – Bom dia, Ethevaldo. Como vai? Ethevaldo – Bom dia, Milton; bom dia, ouvintes. Tudo ótimo. Milton – Ethevaldo, qual é o tamanho ideal dos tablets, na sua opinião: 10, 8 ou 6 polegadas? Ethevaldo – Para mim, é o de 10 polegadas, Milton. Mas, isso é muito subjetivo. O tamanho ideal, segundo os especialistas, é aquele que mais agrada ao usuário. A rigor, cada um desses tamanhos de tablet tem suas vantagens e desvantagens. Milton – Mas, qual deles deverá conquistar a maior fatia de mercado? Ethevaldo – Talvez a Samsung seja a empresa que mais busque a resposta para essa pergunta. E sua opinião mais recente é de que os smartphones maiores podem substituir os tablets menores. Por outras palavras, o tamanho ideal é aquele que combina, ao mesmo tempo, um smartphone e um tablet.

Milton – E qual é esse tamanho que atende às duas finalidades, de smartphone e de tablet?.

Ethevaldo – Eu acho que poderíamos chamar de tablette – que é exatamente o intermediário entre o tablet e o smartphone. E o melhor exemplo é que eu conheço no mercado é o Galaxy Note II. Ele tem quase 6 polegadas por 3 de largura. É exatamente um superphone e um minitablet, ou tablette. Tem comunicação também em Wi-Fi. Sua tela proporciona imagens excelentes graças ao LED orgânico, de matriz ativa, o Amoled. Seu sistema operacional é o Android 4.1, com o maior número de aplicativos de todos os sistemas operacionais. Usa um processador de 1,6 GHz quad core, Dispõe de memória adicional de 64 gigabytes num cartão micro.

Milton – E todas essas características já não existem nos concorrentes?

Ethevaldo – Existem, sim, Milton. Mas não reunidas num único tablet-smartphone. E, sim, separadamente, nos tablets maiores ou nos smartphones menores.

Milton – E que quais são os pontos negativos desse aparelho da Samsung?

Ethevaldo – No Brasil, com os impostos absurdos que incidem sobre o produto, seu preço pode ser superior a R$ 2.200, enquanto nos EUA ele custa menos de US$ 400, ou R$ 800. Mas é bom dizer, como conclusão, que a escolha de qualquer produto eletrônico de uso pessoal depende muito mais de razões subjetivas do que de argumentos objetivos.

Milton – Até amanhã.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *