Posts

Donato Ramos, incorrigível, brinca com a imortalidade

Publicado em: 27/11/2014

No final da entrevista ele pergunta: “Você sabe porque nós, escritores, somos imortais?” e rápido, responde: “Porque nós não temos onde cair mortos”! Na quinta-feira, 20/11, compareci à cerimônia de lançamento dos livros dos 13 escritores selecionados pelo projeto Cem Cópias Sem Custo e lá encontrei três dos cronistas-colaboradores desde o lançamento do site do […]

Por quê essas coisas terríveis acontecem?

Publicado em: 09/02/2014

Perdoe-me contar uma história onde há tragédia, sonhos desfeitos e interrogações. Muitas interrogações. Por que será que Deus fez um mundo assim? De quem é a culpa disso que vou contar? Já vi muita coisa, muitas coisas me contaram e se você tiver um tempinho, senta aqui ao meu lado e escute: não vai ser fácil, no […]

Era uma vez uma menina loura

Publicado em: 01/12/2013

Ela e um tal de Waldir Pereira moravam no Rio de Janeiro. Um dia, sem mais nem menos, diz à namorada: – Eu namoro só pra passar o tempo… Os jovens de hoje, em sua grande maioria, estão longe de alcançar o ideal da verdadeira pureza cristã e dela estão se distanciando cada vez mais, […]

Eu queria, mesmo, era ser poeta

Publicado em: 24/11/2013

Às vezes, tudo termina antes da separação. Há um quê de entendimento. Há um quê de calma, até. Quando tudo está para terminar, a gente sabe. Muitas vezes não quer aceitar. Mas sabe. E muito bem. Os dias que se seguem, não são mais de tensão. São duas vidas que se vão distanciando, os dois […]

Folhas de esperança

Publicado em: 13/10/2013

Cronista: enquanto as folhas das árvores de sua vida forem verdes, muito verdes, cheias de viçosa clorofila, faça-as reviver, escrevendo sobre elas, com tinta bem azul, páginas literárias, poéticas, impregnadas do perfume são da vida bela. [ Esther Laus Bayer * ] Cronista: Você esteve maravilhoso em “Folhas Soltas” nesta terça feira. Gostei e fui […]

E ele partiu

Publicado em: 22/09/2013

Professor José Valdir Floriani – Rio do Sul SC – 1964 Donato partiu. A crônica saborosa brindada como sobremesa após um bom almoço, ora desopilava o fígado, ora nos arrancava lágrimas, ora nos fazia meditar na mesquinhez ou grandeza humana, ora nos divertia, ora nos fazia chorar… Mas as coisas são assim. Um parte… deixa […]

Uma palavra de despedida, apenas: Saudade

Publicado em: 28/07/2013

Nossa viagem começa… Aquela viagem sem passagens, sem motoristas, sem cobradores, sem guias de turismo ou hora de chegada… É a viagem à qual nos leva a imaginação. Nossos sentimentos vão nos levando por aí, embalados pelo som, pela recordação, parando onde queremos parar, seguindo avante e muito mais longe à procura das coisas que […]

Grandes radialistas… Reonildo e outros

Publicado em: 03/08/2009

Umazinhas pra quebrar o rigor do frio hibernal, como diria sem pudor nem piedade o mascate Reonildo Ronaldo, já falecido, que Deus o tenha. O nome do Ronildo não é bem esse, mas as mancadas são verdadeiras de verdade. Ops! Donato RamosRadialista desde quando estreou ao microfone da Rádio Clube de Paraguaçu Paulista, na década […]

Memórias do rádio – Respondendo a Odirley Prada – 4

Publicado em: 13/04/2009

Na Rádio Cultura, o bobalhão aqui se meteu em dívidas devido a problemas familiares (não com a minha família, claro!) estava apavorado. (Você se lembra do final do capítulo anterior?) Donato RamosRadialista desde quando estreou ao microfone da Rádio Clube de Paraguaçu Paulista, na década de 1950. Trabalhou nas principais emissoras de Rádio do Paraná […]

Memórias do rádio – Respondendo a Odirley Prada – 2

Publicado em: 30/03/2009

Como aqui a lei é falar em capítulos, relembro que terminei o primeiro, semana passada, perguntando: “Cê ta lendo ainda?” E agora retomo a guisa de recomeço. Faz de conta, dizia eu. Continuo só pra dizer que o sonho continuava em ser locutor famoso. Donato RamosRadialista desde quando estreou ao microfone da Rádio Clube de […]