Técnico não escala mais!

Publicado em: 09/04/2013

O título dessa matéria vem a propósito de um papo que tive outro dia caminhando no maravilhoso Jardim Botânico de Curitiba. De repente cruzei com o maior artilheiro do Paraná Clube, Saulo da Fé Freitas, ou simplesmente Saulo, o Tigre da Vila, que marcou 106 gols defendendo a camisa tricolor. Saulo, 45 anos, mineiro de São Domingos da Prata, depois que parou de jogar tornou-se treinador de futebol passando duas vezes pelo comando do Paraná e outras duas pelo Rio Branco de Paranaguá. Jogou pelo Valeriodoce, Atlético Mineiro, Paraná, Guarani, Palmeiras, Grêmio, Santa Cruz, Vitória e XV de Piracicaba.

E agora o que Saulo estaria fazendo. “Estou parado” e não quero mais saber de treinar times de futebol. Saulo disse estar decepcionado com o futebol. Afirmou que hoje quem escala os times não são mais os treinadores. Quem escala os times na opinião de Saulo são os empresários que detém os passes dos jogadores. Esse é um assunto que precisa ser mais bem explorado pela grande imprensa. A partir do momento em que os jogadores passaram a pertencer aos empresários deixando de fazer parte do patrimônio dos clubes o futebol virou uma autêntica “Casa de Irene”. A frase de Saulo tem muito ou tudo a ver com a realidade do futebol. É isso aí.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *